Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Memória de Santo Adalberto, bispo de Praga. Sofreu o martírio na Prússia oriental para onde tinha ido anunciar o Evangelho (+997). Viveu durante muito tempo em Roma onde a sua memória é venerada na basílica de São Bartolomeu na Ilha Tiberina.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eu sou o Bom Pastor,
minha voz as ovelhas escutam,
E serão um só rebanho e um só Pastor.

Aleluia aleluia, aleluia

São João 6,44-51

Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou o não atrair; e Eu hei-de ressuscitá-lo no último dia. Está escrito nos profetas: E todos serão ensinados por Deus. Todo aquele que escutou o ensinamento que vem do Pai e o entendeu vem a mim. Não é que alguém tenha visto o Pai, a não ser aquele que tem a sua origem em Deus: esse é que viu o Pai. Em verdade, em verdade vos digo: aquele que crê tem a vida eterna. Eu sou o pão da vida. Os vossos pais comeram o maná no deserto, mas morreram. Este é o pão que desce do Céu; se alguém comer dele, não morrerá. Eu sou o pão vivo, o que desceu do Céu: se alguém comer deste pão, viverá eternamente; e o pão que Eu hei-de dar é a minha carne, pela vida do mundo.»

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eu vos dou um mandamento novo:
amai-vos uns aos outros!

Aleluia aleluia, aleluia

O Evangelho continua a apresentar-nos o discurso de Jesus na Sinagoga de Cafarnaum. No início do trecho Jesus esclarece que ninguém pode compreender o Seu mistério sem a fé que o próprio Pai dá. Portanto, a fé não é fruto do esforço dos homens que, se calhar até se empenham em praticar uma vida virtuosa. A fé vem de Deus: “Ninguém – diz Jesus - pode vir a Mim se o Pai que Me enviou não o atrai”. Este vir a Jesus não é uma questão puramente intelectual e nem sequer a adesão a um grupo organizado para alguma finalidade. Vai-se a Jesus com a atracção da mente e do coração, com a convicção e a paixão. A fé é uma questão de amor total, de empenho envolvente. E isso ocorre de várias maneiras, mas todas requerem um encontro com Jesus que pode ser mediado por um irmão, por uma irmã, por um pobre, por uma experiência de oração e também pela escuta do Evangelho. A livre citação que Jesus faz do profeta Isaías (54, 13): “E todos os homens serão instruídos por Deus”, recorda a primazia da escuta no âmbito da fé. Jesus sugere que o encontro com Deus tem um caminho privilegiado numa escuta disponível da Sua Palavra. Com efeito, nas Suas palavras, há uma força atractiva: elas alargam a mente e o coração, introduzem-nos no grande projecto de Deus sobre o mundo, aproximam-nos a Jesus, ao Seu coração, à Sua mente, permitem-nos participar na própria acção de Jesus entre os homens. Por isso afirma: “Todo aquele que escuta o Pai e recebe a sua instrução vem a Mim”, isto é, descobre o sentido da vida e recebe o alimento que a sustém. É deveras difícil pensar que Deus Se possa apresentar através da fraqueza das palavras evangélicas, que o Seu amor possa ser tocado através do amor dos Seus filhos. Pode parecer mais natural procurar noutro lugar, em certezas aparentemente mais sólidas, o alimento para a nossa vida, as certezas e os afectos que nos possam assegurar felicidade e sustento. Na verdade, é uma ilusão, pois todos conhecemos o limite e a fraqueza das coisas humanas. Pelo contrário, é muito melhor confiarmos num Deus que escolheu as palavras de um homem para manifestar a Sua Palavra, que escolheu os frágeis sinais sacramentais para nos dar a Sua força. Não são precisos esforços sobre-humanos para podermos compreender as coisas do Céu. Quem quer conhecer Deus, deve conhecer o Seu Filho. Jesus esclarece que ninguém viu o Pai, senão Ele. E dirá a Filipe: “Quem Me viu, viu o Pai” (Jo 14, 9). Quem quer entender o mistério de Deus, deve encontrar Jesus, deve deixar-se tocar o coração pela Sua Palavra, pelo Evangelho. Quem escuta esta Palavra é atraído por Deus e recebe o pão da eternidade, como diz claramente Jesus: “Eu sou o pão da vida; quem vem a Mim nunca mais terá fome, e quem acredita em Mim nunca mais terá sede”. É o mistério que vivemos sempre que participamos na Liturgia Eucarística onde se abrem os olhos do coração como aconteceu aos dois discípulos. É a maneira dos crentes se encontrarem com o Ressuscitado.


23/04/2015
Oração pela Igreja


Calendário da semana
NOV
27
Domingo, 27 de Novembro
Liturgia dominical
NOV
28
Segunda-feira, 28 de Novembro
Oração pelos pobres
NOV
29
Terça-feira, 29 de Novembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
NOV
30
Quarta-feira, 30 de Novembro
Oração dos Apóstolos
DEZ
1
Quinta-feira, 1 de Dezembro
Oração pela Igreja
DEZ
2
Sexta-feira, 2 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
3
Sábado, 3 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical