Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eis o Evangelho dos pobres,
a libertação dos prisioneiros,
a vista dos cegos,
a libertação dos oprimidos

Aleluia aleluia, aleluia

Êxodo 11,10-12,14

Moisés e Aarão fizeram todos estes prodígios diante do faraó, mas o Senhor endureceu o coração do faraó, e ele não deixou partir os filhos de Israel da sua terra.


O Senhor disse a Moisés e a Aarão na terra do Egipto: «Este mês será para vós o primeiro dos meses; ele será para vós o primeiro dos meses do ano. Falai a toda a comunidade de Israel, dizendo que, aos dez deste mês, tomará cada um deles um animal do rebanho para a família, um animal do rebanho por casa. Se a família for pouco numerosa para um animal do rebanho, tomar-se-á com o vizinho mais próximo da casa, segundo o número das pessoas; calculareis o animal do rebanho conforme o que cada um puder comer. O animal do rebanho para vós será sem defeito, um macho, filho de um ano, e tomá-lo-eis de entre os cordeiros ou de entre os cabritos. Vós o tereis sob guarda até ao dia catorze deste mês, e toda a assembleia da comunidade de Israel o imolará ao crepúsculo. Tomar-se-á do sangue e colocar-se-á sobre as duas ombreiras e sobre o dintel da porta das casas em que ele se comerá. Comer-se-á a carne naquela noite; comer-se-á assada no fogo com pães sem fermento e ervas amargas. Não a comereis nem crua nem cozida na água, mas assada no fogo, a cabeça com as patas e as entranhas. Não deixareis dela nada até pela manhã; e o que restar dela pela manhã, queimá-lo-eis no fogo. Comê-la-eis desta maneira: os rins cingidos, as sandálias nos pés, e o cajado na mão. Comê-la-eis à pressa. É a Páscoa em honra do Senhor. E Eu atravessarei a terra do Egipto naquela noite, e ferirei todos os primogénitos na terra do Egipto, desde os homens até aos animais, e contra todos os deuses do Egipto farei justiça, Eu, o Senhor. E o sangue será para vós um sinal nas casas em que vós estais. Eu verei o sangue e passarei ao largo; e não haverá contra vós nenhuma praga de extermínio, quando Eu ferir a terra do Egipto. Aquele dia será para vós um memorial, e vós festejá-lo-eis como uma festa em honra do Senhor. Ao longo das vossas gerações, a deveis festejar como uma lei perpétua.

 

Aleluia aleluia, aleluia

O Filho do Homem veio para servir
quem quiser ser grande, faça-se servo de todos

Aleluia aleluia, aleluia

O Senhor continua a falar a Moisés e a Aarão. Deus intervém na vida deles para que se libertem do Faraó. Quanto é árdua a libertação do mal, que nos escraviza, que nos quer seus servos e do seu sistema! O povo de Deus não pode ser prisioneiro de nenhuma lógica mundana e escravo do mundo. Deus promete a Páscoa, a Sua passagem que abre o caminho, sempre tão difícil, da escravidão para a liberdade, do pecado para o amor. Deus estabelece a ceia do cordeiro, aquela Páscoa que Jesus quis celebrar com os Seus que são, para Ele, a verdadeira família, o novo povo que escolheu. O próprio cordeiro será alimento e protecção, porque o seu sangue será colocado sobre os batentes e sobre as travessas das portas das casas para que não sejam atingidas. Estas normas encontrarão a plenitude na Páscoa do Senhor Jesus, verdadeiro Cordeiro sacrificado para nos abrir à plena vitória sobre o mal, na passagem mais difícil mas indispensável, a da morte para a vida. Jesus é o cordeiro que João Baptista indica presente, o último sacrifício para uma plenitude de amor que é fermento uma vez para sempre. Deus indica como se deve viver a Páscoa. Em muitas imagens da Última Ceia, por exemplo, estão representados os cajados aos pés dos apóstolos precisamente para respeitar o pedido de Deus de estarem à mesa com os cintos nas cinturas, as sandálias nos pés, o cajado na mão. Também é a representação do discípulo que está sempre pronto porque não se deixa enganar pela lógica do mal. Este dia será para o povo de Deus um memorial, celebrado como festa do Senhor.


17/07/2015
Oração da Santa Cruz


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri