Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eis o Evangelho dos pobres,
a libertação dos prisioneiros,
a vista dos cegos,
a libertação dos oprimidos

Aleluia aleluia, aleluia

Levítico 23,1.4-16.27-37

O Senhor falou assim a Moisés, dizendo: Eis aqui as festas do Senhor, as assembleias sagradas que proclamareis na devida data. No décimo quarto dia do primeiro mês, ao crepúsculo, é a Páscoa do Senhor. E no décimo quinto dia desse mês, terá lugar a festa do Pão Ázimo em honra do Senhor; durante sete dias comereis pão sem fermento. No primeiro dia, fareis uma assembleia sagrada. Não fareis nenhum trabalho servil. Oferecereis ao Senhor uma oferta queimada em cada um dos sete dias. No sétimo dia, haverá uma assembleia sagrada. Não fareis nenhum trabalho servil.’» O Senhor falou assim a Moisés: «Fala aos filhos de Israel e diz-lhes: ‘Quando chegardes à terra que vos concedo, e procederdes à ceifa, levareis ao sacerdote o primeiro molho da vossa colheita, e ele fará o ritual de apresentação diante do Senhor, para que vos seja aceite; o sacerdote fará essa apresentação no dia seguinte ao sábado. No dia em que o molho for apresentado, oferecereis um cordeiro de um ano, sem defeito, em holocausto ao Senhor, com uma oblação de dois décimos de efá de flor de farinha amassada em azeite. É uma oferta queimada em honra do Senhor como odor agradável; e com uma libação de um quarto de hin de vinho. Não comereis pão, nem grão torrado, nem espigas frescas, até esse mesmo dia em que tiverdes trazido a oferta do vosso Deus; é uma lei perpétua para os vossos descendentes, em qualquer lugar em que habitardes.’» «Depois, contareis sete semanas completas, a partir do dia seguinte ao do sábado, isto é, do dia em que tiverdes feito o rito da apresentação do molho de espigas. Contareis até ao dia seguinte da sétima semana, isto é, cinquenta dias, e oferecereis ao Senhor uma nova oblação. «No décimo dia deste sétimo mês, que é o dia do perdão, fareis uma assembleia sagrada; fareis penitência, e apresentareis uma oferta queimada em honra do Senhor. Não fareis nenhum trabalho nesse mesmo dia, porque é um dia de perdão, para se fazer sobre vós o rito da purificação diante do Senhor, vosso Deus. E todo aquele que não fizer penitência nesse mesmo dia, Eu o farei desaparecer do meio do seu povo. E todo aquele que fizer qualquer trabalho nesse mesmo dia, Eu o farei desaparecer do meio do seu povo. Não fareis, então, trabalho algum: é uma lei perpétua para os vossos descendentes, onde quer que habiteis. Este dia é para vós um dia de descanso absoluto, durante o qual jejuareis; a partir do nono dia do mês, de uma a outra tarde, observareis o vosso descanso sabático.» O Senhor falou a Moisés nestes termos: «Fala assim aos filhos de Israel: ‘No décimo quinto dia deste sétimo mês, celebrar-se-á a festa das Tendas, em honra do Senhor, durante sete dias. No primeiro dia haverá uma assembleia sagrada, não fareis nenhum trabalho servil. Em cada um dos sete dias, apresentareis uma oferta queimada ao Senhor. No oitavo dia, fareis ainda uma assembleia sagrada e apresentareis uma oferta queimada ao Senhor: é uma reunião festiva e não fareis nenhum trabalho servil.’» «São estas as festas em honra do Senhor, em que deveis convocar assembleias sagradas, apresentando uma oferta queimada ao Senhor, um holocausto e uma oblação, sacrifícios e libações, segundo o ritual de cada dia,

 

Aleluia aleluia, aleluia

O Filho do Homem veio para servir
quem quiser ser grande, faça-se servo de todos

Aleluia aleluia, aleluia

Deus indica as celebrações que devem marcar a vida do Seu povo, regular o tempo, ajudar a compreender o Seu amor na vida de todos os dias, viver a vocação. Os tempos são estabelecidos por Deus e ajudam-nos a compreender o sentido dos nossos dias. Quando os homens fogem à tentação de serem regra para si mesmos, da ilusão de poderem submeter tudo ao próprio imediato interesse, eles descobrirão a grandeza de Deus nos dias e no tempo. A primeira festa, o primeiro mês, no décimo quarto dia, será a Páscoa do Senhor que requer a oferta de sacrifícios ao Senhor, ofertas queimadas. É o que acontece com a festa dos Pães sem fermento. O sentido da primícia indicada por Deus é precisamente este: não nos julgarmos senhores, recordarmo-nos das dádivas recebidas, não utilizarmos tudo para nós, mas recordarmos não só virtualmente a dádiva e aprendermos a restituí-la, sempre de maneira concreta. Na festa, o homem descobre a Sua liberdade de estar plenamente com Deus, de colocá-l’O no centro para encontrar o coração da própria vida e o próprio caminho. No centro não estão as nossas preocupações que condicionam assim tanto as nossas escolhas, mas a presença de Deus. Não são festas individuais. É sempre todo o povo que as celebra, tanto é que devem ser sempre convocadas assembleias sagradas. Sabemos como também para o povo de Israel a tentação foi, pelo contrário, a de reduzir a festa a uma participação individual e já não de povo, ou a de a deixar ser um momento exterior, enquanto Deus deseja que o coração dos homens esteja totalmente com Ele e que nada os distraia.


31/07/2015
Oração da Santa Cruz


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri