Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Memória de Santa Clara de Assis (1193-1253), discípula de São Francisco no caminho da pobreza e da simplicidade evangélica.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

O Espírito Santo virá sobre ti
Aquele que nascer de ti será santo.

Aleluia aleluia, aleluia

Deuteronômio 31,1-8

Moisés dirigiu ainda estas palavras a todo o Israel: «Tenho cento e vinte anos; já não posso andar de um lado para o outro. Além disso, o Senhor disse-me: ‘Não atravessarás o Jordão.’ O Senhor, teu Deus, passará, Ele mesmo, à tua frente; exterminará esses povos diante de ti e desalojá-los-ás. Josué passará à tua frente, como o Senhor afirmou. O Senhor lhes fará, como fez a Seon e Og, reis dos amorreus, e à terra deles, que Ele destruiu. O Senhor te entregará esses povos e procederás com eles segundo os mandamentos que te ordenei. Sê forte e valente! Não temas, nem te aterrorizes à vista deles. Pois, o Senhor, teu Deus, vai contigo; não te deixará sucumbir nem te abandonará!» Depois, Moisés chamou Josué e disse-lhe na presença de todo o Israel: «Sê forte e valente! Porque tu é que vais entrar com este povo na terra que o Senhor jurou dar a seus pais. Tu é que a repartirás entre eles. O próprio Senhor irá à tua frente; Ele estará contigo; não deixará que o teu joelho se dobre e não te abandonará. Não temas, portanto, nem desanimes.»

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eis, Senhor, os vossos servos:
Faça-se em nós segundo a vossa palavra

Aleluia aleluia, aleluia

Moisés é deveras o homem de Deus. Tudo o que fez foi sempre em obediência a Deus, que o conduziu para libertar o Seu povo da escravidão do Egipto. Quem escuta a Deus também ama o Seu povo, porque ligar a vida ao Senhor significa amar e defender os seus, aqueles que escolhe e de tantas maneiras nos confia. Para a Terra Prometida, Moisés tinha enfrentado a dureza do deserto, o medo do exército egípcio, a incredulidade dos seus, a escolha que fizeram em construir ídolos, a amargura da nostalgia. Tinha continuado a guiar o seu povo porque escutava Deus e era o primeiro a obedecer à Sua Lei. Chegou perto da Terra Prometida mas não entrará nela. O Senhor tinha-lhe dito. Moisés não se desespera, não pretende nada para si, não reivindica o seu papel ou algum direito. Não possui aquela terra pela qual tinha enfrentado todo aquele caminho. Recordamos a bem-aventurança que Jesus indica para que aprendamos a ser homens de fé: felizes os que acreditam sem terem visto. Quem acredita já tem tudo! Moisés sempre acreditou na promessa do Senhor. Não precisa de a possuir. Sabe que tudo é apenas uma dádiva e que será o Seu amor a conduzir o povo. Muitas vezes, os homens confundem a dádiva com a posse, ligam o que lhes é pedido à própria pessoa, deixam-se levar pelo protagonismo que acaba por ligar tudo a si. Moisés pede aos seus para continuarem a confiar em Deus, de modo a poderem enfrentar os novos desafios. Quando é que o caminho termina? Na realidade, ficamos todos a assistir ao longe e entregamo-nos a Deus que “vai contigo; não te deixará e jamais te abandonará”. Josué conduzirá o povo. Mas só porque o Senhor irá à frente dele no caminho. A forte serenidade de Moisés, a sua liberdade do possuir que tanto condiciona a vida e as escolhas dos discípulos e dos homens, fazem dele um verdadeiro crente.


11/08/2015
Oração com Maria, Mãe do Senhor


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri