Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Memória da beata Madre Teresa de Calcutá.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Todo o que vive e crê em mim
não morrerá jamais.

Aleluia aleluia, aleluia

Colossenses 1,21-23

Também a vós, que outrora andáveis afastados e éreis inimigos, com sentimentos expressos em acções perversas, agora Cristo reconciliou-vos no seu corpo carnal, pela sua morte, para vos apresentar santos, imaculados e irrepreensíveis diante dele, desde que permaneçais sólidos e firmes na fé, sem vos deixardes afastar da esperança do Evangelho que ouvistes; ele foi anunciado a toda a criatura que há debaixo do céu e foi dele que eu, Paulo, me tornei servidor.

 

Aleluia aleluia, aleluia

Se tu creres verás a glória de Deus
diz o Senhor.

Aleluia aleluia, aleluia

A reconciliação entre as criaturas não é uma doutrina abstracta, mas é uma realidade que se substanciou a partir de Jesus. E a comunidade cristã é o lugar onde essa reconciliação se torna visível desde já. Paulo escreve isso aos cristãos de Colossos exortando-os a não se esquecerem da condição deles antes da conversão, isto é, quando eram estrangeiros e, como bárbaros, dedicavam-se ao culto dos ídolos vivendo longe do povo da Aliança e, portanto, de Deus. O afastamento de Deus, ainda antes do resultado de acções pecaminosas, é a persistência numa vida fechada em si mesmo. O apóstolo escreve aos Colossenses para que entendam a novidade radical que o Evangelho possui na vida do homem. Trata-se de um verdadeiro renascimento, que os autores sagrados não hesitam em chamar “nova Criação”. A salvação trazida pelo Evangelho não é, portanto, uma teoria filosófica alicerçada sobre raciocínios vãos. Ela está radicada na morte de uma pessoa concreta, de um “corpo de carne”: Jesus. E da Sua morte, renasce uma vida nova. Na verdade, o Filho, para obter a reconciliação, humilhou-Se até Se tornar solidário em tudo (menos no pecado) com a condição humana de afastamento de Deus. Os crentes que O acolheram tornaram-se também eles mesmos, santos, sem mancha e irrepreensíveis como o é o Filho. E são chamados a viver dignamente esta vocação. De facto, uma vez acolhido o Evangelho, é preciso permanecer-Lhe fiel até ao fim. O apóstolo recorda aos Colossenses, e também aos crentes de hoje, que o Evangelho foi anunciado “a toda a criatura que vive debaixo do céu”, isto é, foi proclamado nas várias culturas do mundo conhecido e em todas as camadas sociais. Esta garantia de universalidade é uma força preciosa em qualquer altura, mas é-o particularmente neste tempo em que parecem renascer particularismos e egocentrismos que fomentam ódios e conflitos. O Evangelho de Cristo opera para recolher todos na única família de Deus.


05/09/2015
Oração da vigília


Calendário da semana
FEV
26
Domingo, 26 de Fevereiro
Liturgia dominical
FEV
27
Segunda-feira, 27 de Fevereiro
Oração pelos pobres
FEV
28
Terça-feira, 28 de Fevereiro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
MAR
1
Quarta-feira, 1 de Março
Quarta-feira de Cinzas
MAR
2
Quinta-feira, 2 de Março
Oração pela Igreja
MAR
3
Sexta-feira, 3 de Março
Oração da Santa Cruz
MAR
4
Sábado, 4 de Março
Oração da vigília
MAR
5
Domingo, 5 de Março
Liturgia dominical