Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eis o Evangelho dos pobres,
a libertação dos prisioneiros,
a vista dos cegos,
a libertação dos oprimidos

Aleluia aleluia, aleluia

Romanos 15,14-21

No que vos toca, meus irmãos, estou pessoalmente convencido de que vós próprios estais cheios de boa vontade, repletos de toda a espécie de conhecimento e com capacidade para vos aconselhardes uns aos outros. Apesar disso, escrevi-vos, em parte, com um certo atrevimento, como alguém que vos reaviva a memória. Faço-o em virtude da graça que me foi dada: ser para os gentios um ministro de Cristo Jesus, que administra o Evangelho de Deus como um sacerdote, a fim de que a oferenda dos gentios, santificada pelo Espírito Santo, lhe seja agradável. É, pois, em Cristo Jesus que me posso gloriar de coisas que a Deus dizem respeito. Eu não me atreveria a falar de coisas que Cristo não tivesse realizado por meu intermédio, em palavras e acções, a fim de levar os gentios à obediência, pela força de sinais e prodígios, pela força do Espírito de Deus.
Foi assim que, desde Jerusalém e, irradiando até à Ilíria, dei plenamente a conhecer o Evangelho de Cristo.

Mas, ao fazê-lo, tive a maior preocupação em não anunciar o Evangelho onde já era invocado o nome de Cristo, para não edificar sobre fundamento alheio. Pelo contrário, fiz conforme está escrito:
Aqueles a quem ele não fora anunciado é que hão-de ver
e aqueles que dele não ouviram falar é que hão-de compreender.

 

Aleluia aleluia, aleluia

O Filho do Homem veio para servir
quem quiser ser grande, faça-se servo de todos

Aleluia aleluia, aleluia

Paulo sabe muito bem que não foi ele quem fundou a comunidade cristã de Roma e, no entanto, sente o dever de anunciar também ali, na capital do Império romano, o Evangelho. De resto, a pregação do Evangelho é o seu verdadeiro orgulho. De qualquer modo, acrescenta: “Fiz questão de anunciar o Evangelho onde o Nome de Cristo ainda não havia sido anunciado”. Com estas palavras que o apóstolo dirige aos cristãos de Roma, parece querer recordar à Igreja, a todas as comunidades cristãs, o papel da nova proclamação do Evangelho, seja nas terras já há muito cristãs, seja naquelas onde o Evangelho chegou à pouco. É preciso recomeçar de Jesus, em qualquer parte do mundo, mesmo neste mundo de início do terceiro milénio. Podemos dizer que a missão da Igreja, ainda está nos primórdios. Está nos inícios para nós cristãos de autêntica evangelização porque ainda há muitas páginas do Evangelho que temos de entender no seu sentido mais profundo: como as páginas da paz e do amor pelos inimigos. A concentração sobre temas e problemas organizativos, às vezes, corre o risco de nos distrair da primazia da comunicação do Evangelho que era o verdadeiro “orgulho” de Paulo e que se deve tornar no “orgulho” da Igreja de hoje. Com efeito, existem muitas partes da Terra, estou a pensar na grande Ásia, onde o Evangelho ainda deve ser anunciado. É um dos grandes desafios que os cristãos de hoje devem recolher também desta Carta de Paulo aos Romanos. O apóstolo que se orgulhava de nunca ter baptizado ninguém, concebia a pregação do Evangelho entre os pagãos, como um “serviço sacerdotal”: proclamando o Evangelho, oferecia a Deus os que O acolhiam.


06/11/2015
Oração da Santa Cruz


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri