Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Todo o que vive e crê em mim
não morrerá jamais.

Aleluia aleluia, aleluia

Sabedoria 18,14-16; 19,6-9

Quando um silêncio profundo envolvia todas as coisas
e a noite ia a meio do seu curso,

então, a tua palavra omnipotente desceu do céu e do trono real
e, como um implacável guerreiro,
lançou-se para o meio da terra condenada à ruína,
trazendo, como espada afiada, o teu irrevogável decreto.

 Deteve-se e encheu de morte o universo;
de um lado, tocava o céu, do outro, pisava a terra.

É que toda a criação, obediente às tuas ordens,
tomava novas formas em sua própria natureza
para guardar os teus filhos de todo o mal.

Uma nuvem cobriu de sombra o acampamento
e do que dantes era água viu-se emergir terra seca,
o Mar Vermelho tornou-se um caminho transitável,
e as ondas impetuosas, uma planície verdejante;

por ali passou todo o povo, protegido pela tua mão,
contemplando prodígios admiráveis.

Iam como cavalos pastando no prado,
e como cordeiros saltitando,
e glorificavam-te, Senhor, a ti que os salvavas.

 

Aleluia aleluia, aleluia

Se tu creres verás a glória de Deus
diz o Senhor.

Aleluia aleluia, aleluia

O autor celebrou os prodígios de Deus para com o Seu povo, para o libertar da escravidão do Egipto. No fim do livro, regressa para o acto final da saída do Egipto, a passagem do mar, apesar de se entrelaçarem outros aspectos daquele longo itinerário através do deserto para chegar à Terra Prometida, como a dádiva do maná (v. 11). Tudo é descrito como uma subversão da Criação, que manifesta na sua mudança, o poder de Deus que veio salvar o Seu povo. Nada é impossível a Deus. Os elementos mudam diante d’Ele que é o Senhor do Universo. As palavras da Sabedoria sugerem-nos com insistência que entreguemos ao Senhor a nossa vida: na verdade, Ele ajudar-nos-á a encontrar a sabedoria que nos permitirá compreender o caminho do bem e alegrarmo-nos com a Sua presença no meio de nós. Perante as profundas transformações que tornaram ainda mais complexa e incerta a sociedade planetária, perante as perturbações também ecológicas que interessam todo o planeta, a Sabedoria realça a presença de Deus como fonte de esperança. Com efeito, Ele não permitirá que os Seus filhos sejam derrotados pelas forças do mal que parecem, às vezes, prevalecer, nem permitirá a quem vive na justiça e no amor de ser destruído. A passagem do mar é a realização da Páscoa, é a passagem nas águas do baptismo que geraram em nós uma criatura nova. No fim desta apaixonada e complexa leitura deste livro, o mais recente dos livros do Primeiro Testamento, fazemos nossas as palavras conclusivas do autor: “Sim, ó Senhor! De todos os modos engrandeceste e tornaste glorioso o teu povo; nunca, em nenhum lugar, deixaste de olhar por ele e de o socorrer” (v. 22). Jesus retomará a substância destas palavras quando, antes de deixar visivelmente esta Terra, disse aos Seus discípulos: “Eu estarei convosco todos os dias, até ao fim do mundo” (Mt 28, 20). É a fidelidade do amor de Deus por nós que nunca falha. É esta a nossa fé e a nossa esperança: o amor indefectível de Deus.


14/11/2015
Oração da vigília


Calendário da semana
NOV
27
Domingo, 27 de Novembro
Liturgia dominical
NOV
28
Segunda-feira, 28 de Novembro
Oração pelos pobres
NOV
29
Terça-feira, 29 de Novembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
NOV
30
Quarta-feira, 30 de Novembro
Oração dos Apóstolos
DEZ
1
Quinta-feira, 1 de Dezembro
Oração pela Igreja
DEZ
2
Sexta-feira, 2 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
3
Sábado, 3 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical