Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

O Espírito Santo virá sobre ti
Aquele que nascer de ti será santo.

Aleluia aleluia, aleluia

Daniel 2,31-45

Ó rei, tu tiveste uma visão. Eis que uma grande, uma enorme estátua se levantava diante de ti; era de um brilho extraordinário, mas de um aspecto terrível. Esta estátua tinha a cabeça de ouro fino, o peito e os braços de prata, o ventre e as ancas de bronze, as pernas de ferro, os pés metade de ferro e metade de barro. Contemplavas tu esta estátua, quando uma pedra se desprendeu da montanha, sem intervenção de mão alguma, e veio bater nos seus pés, que eram de ferro e argila, e lhos esmigalhou. Então, com a mesma pancada foram feitos em pedaços o ferro, o barro, o bronze, a prata, o ouro, e, semelhantes ao pó que no Verão voa da eira, foram levados pelo vento sem que deixassem qualquer vestígio. A pedra que tinha embatido contra a estátua transformou-se numa alta montanha, que encheu toda a terra. Este era o sonho. Vamos agora dar ao rei a sua interpretação. Tu, ó rei, és o rei dos reis, a quem o Deus dos céus deu a realeza, o poder, a força e a glória; a quem entregou o domínio sobre os homens, onde quer que eles habitem, sobre os animais terrestres e sobre as aves do céu. Tu é que és a cabeça de ouro. Depois de ti surgirá um outro reino menor que o teu; depois um terceiro reino, o de bronze, que dominará sobre toda a terra. Um quarto reino será forte como o ferro; assim como o ferro quebra e esmaga tudo, assim este esmagará e aniquilará todos os outros. Os pés e os dedos que viste, em parte de argila de oleiro, em parte de ferro, indicam que este reino será dividido; haverá nele alguma coisa da resistência do ferro, conforme tu viste ferro misturado com argila. Os dedos dos pés, em parte de ferro e em parte de barro, significam que o reino será ao mesmo tempo forte e frágil. Se tu viste o ferro junto com o barro, foi porque as duas partes se uniram por descendência humana, mas não se aguentarão juntas, do mesmo modo que o ferro não se funde com a argila. No tempo destes reis, o Deus dos céus fará aparecer um reino que jamais será destruído e cuja soberania nunca passará para outro povo. Esmagará e aniquilará todos os outros, enquanto ele subsistirá para sempre. Foi o que pudeste ver na pedra que se desprendia da montanha, sem intervenção de mão alguma, e que reduzia a migalhas o ferro, o bronze, a argila, a prata e o ouro.
O grande Deus fez conhecer ao rei o que acontecerá no futuro. O sonho é verdadeiro e a interpretação dele é digna de crédito.»

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eis, Senhor, os vossos servos:
Faça-se em nós segundo a vossa palavra

Aleluia aleluia, aleluia

O segundo capítulo de Daniel descreve-nos o sonho do rei babilónio Nabucodonosor. Em Daniel, sonho e visão manifestam o segredo da história, que só através do Senhor é possível compreender. Já no episódio de José no Egipto (Gn 37-41) o sonho tornara-se na maneira como Deus revelava ao sábio seu fiel, o sentido da história; mas é difícil compreendê-lo sem se ser fiel ao Senhor, sem se ser Seus familiares. Também no Evangelho de Mateus o sonho será o caminho através do qual Deus revelará a José o que está para acontecer a Jesus. O rei Nabucodonosor sonha uma estátua enorme feita com vários materiais: ouro, prata, bronze, ferro e pedra. Eles representam os vários impérios que se sucederam entre o sétimo e o quarto século antes de Cristo: babilónios, medos e persas, gregos. Só o homem de Deus, o sábio, aquele que acolhe a Sua Palavra, é que é capaz de explicar o sonho do rei. De facto, a sabedoria provém de Deus. A sua palavra ajuda a discernir os sinais dos tempos, faz penetrar nos eventos da história ajudando a compreendê-los. Em Babilónia nenhum dos sábios foi capaz de compreender aquele sonho. “Há no Céu um Deus que revela os segredos”, diz Daniel ao rei. Quem se entrega com confiança ao Senhor é capaz de compreender a evolução da história e também de olhar para o futuro. Só o homem de Deus, o sábio, aquele que acolhe a Sua Palavra, é que é capaz de explicar o sonho do rei. Aquela mesma palavra torna Daniel misericordioso, fazendo com que conseguisse arrebatar os sábios da Babilónia das mãos de Arioc, que os queria matar. Também nós louvamos o Senhor, para que não nos deixe prisioneiros dos poderes ocultos do mundo, mas para que nos dê a Sua Palavra que nos ajuda a compreender o presente e o futuro e, na fé, a não viver no medo.


24/11/2015
Oração com Maria, Mãe do Senhor


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri