Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sois uma geração escolhida
um sacerdócio real, uma nação santa,
povo resgatado por Deus
para proclamar as suas maravilhas.

Aleluia aleluia, aleluia

I Samuel 3,1-10.19-20

O jovem Samuel servia o Senhor sob a direcção de Eli. O Senhor, naquele tempo, falava raras vezes e as visões não eram frequentes. Ora certo dia aconteceu que Eli estava deitado, pois os seus olhos tinham enfraquecido e mal podia ver. A lâmpada de Deus ainda não se tinha apagado e Samuel repousava no templo do Senhor, onde se encontrava a Arca de Deus. O Senhor chamou Samuel. Ele respondeu: «Eis-me aqui.» Samuel correu para junto de Eli e disse-lhe: «Aqui estou, pois me chamaste.» Disse-lhe Eli: «Não te chamei, meu filho; volta a deitar-te.» O Senhor chamou de novo Samuel. Este levantou-se e veio dizer a Eli: «Aqui estou, pois me chamaste.» Eli respondeu: «Não te chamei, meu filho; volta a deitar-te.» Samuel ainda não conhecia o Senhor, pois até então nunca se lhe tinha manifestado a palavra do Senhor. Pela terceira vez, o Senhor chamou Samuel, que se levantou e foi ter com Eli: «Aqui estou, pois me chamaste.» Compreendeu Eli que era o Senhor quem chamava o menino e disse a Samuel: «Vai e volta a deitar-te. Se fores chamado outra vez, responde: «Fala, Senhor; o teu servo escuta!» Voltou Samuel e deitou-se. Veio o Senhor, pôs-se junto dele e chamou-o, como das outras vezes: «Samuel! Samuel!» E Samuel respondeu: «Fala, Senhor; o teu servo escuta!» Samuel ia crescendo, o Senhor estava com ele e cumpria à letra todas as suas predições. Todo o Israel, desde Dan até Bercheba, reconheceu que Samuel era um profeta do Senhor.

 

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sereis santos,
porque Eu sou santo, diz o Senhor.

Aleluia aleluia, aleluia

Era um momento difícil para Israel. O trecho inicia com a notação de Samuel que "continua a servir o Senhor sob as ordens de Eli". Mas logo a seguir, acrescenta: "a palavra de Deus manifestava-se raramente naquele tempo e as visões não eram frequentes". Tudo parece convergir para o declino de Israel com a impossibilidade de qualquer tipo de retoma. A ausência da profecia significava a própria ausência de Deus e, portanto, de uma luz que indicasse o caminho a percorrer. A escassez da Palavra tornava impossíveis as visões, as largas e audazes perspectivas que fizessem entrever um futuro risonho para todo o povo de Israel. Estas mesmas palavras podem ser aplicadas para o início deste terceiro milénio: são raras as visões, são difíceis os sonhos por um mundo mais justo e mais humano, onde não hajam desigualdades tão escandalosas. Cada um está fechado em si mesmo e preocupado pelo próprio eu e pelo próprio recinto. Não se vai além da própria pessoa, além da própria realidade, do próprio grupo, da própria etnia, da própria nação. Faltam visões universais que incluam toda a família humana na sua amplitude. Eli, que deveria havê-las, estava velho, quase cego e vivia fechado no seu quarto, enquanto que Samuel ainda era uma criança. No entanto, diz o texto sagrado – "a lâmpada de Deus ainda não tinha sido apagada". O Senhor velava o Seu povo. Na verdade, o Seu amor é bem maior que o dos Seus filhos. E eis que, enquanto Samuel dormia, o Senhor chama por ele. Samuel houve a chamada de Deus três vezes; cada vez que ouvia, ia ter com Eli, e, na terceira vez, o sacerdote diz-lhe o que ele deve fazer. O texto anota que "Samuel ainda não conhecia o Senhor, e a palavra do Senhor ainda não lhe tinha sido revelada". Samuel, que já vive há anos no santuário em contacto directo com o sumo-sacerdote, servindo o Senhor, dormindo até mesmo no Templo, no entanto, ainda não conhece o Senhor. Como é possível? Podem-se conhecer muitas coisas sobre Deus e, no entanto, não O conhecemos. É verdade, mesmo estando no Templo, pode-se não se ter um contacto pessoal com Deus. Até Job, no fim do livro, diz a Deus "eu conhecia-Te só por ouvir, agora, porém, os meus olhos vêem-Te" (Job 42, 5). Na verdade, uma coisa é conhecer as coisas de Deus e outra, muito diferente da primeira, é "conhecer o Senhor". Se Job chega a conhecê-l’O através do sofrimento e da rebelião, Samuel precisou de ouvir várias vezes a voz que o chamava. Três vezes significa que teve de escutar repetidamente, - e de ser ajudado também pelo velho Eli que lhe sugere as palavras que deverá dizer. Samuel obedece e repete as palavras que o sacerdote lhe sugeriu: "Fala, que o teu servo escuta". E recebeu a revelação de Deus. Foi uma revelação dura: Deus condenava a linha sacerdotal de Eli e dos seus filhos. Compreende-se, portanto, o receio de Samuel em referir a Eli o que o Senhor lhe dissera. É verdade que a culpa era dos filhos e não de Eli, mas também ele deve pagar e ser-lhe-á tirado tudo. Ao ouvir esta mensagem, Eli parece um modelo de piedade e de mansidão (v. 18). No momento terrível da decisão, Eli e Samuel estão juntos na obediência, tal como o foram no início da história deles. Os dois aceitam o veredicto de Deus: a Samuel aquele veredicto oferece poder e autoridade; a Eli, apenas dor e humilhação. Os dois não põem em discussão o poder da vontade de Deus. Eli tinha educado Samuel à obediência: agora, os dois estão juntos para encararem a severa e poderosa vontade do Senhor. No centro da cena não está, no entanto, o fim anunciado a Eli, mas sim, a investidura de Samuel. A Palavra de Deus, deixa de ser rara, a partir daquele momento. O Senhor tinha eleito Samuel como profeta e ele, por sua vez, "não deixou de cumprir nenhuma das palavras que (o Senhor) lhe disse". É a exortação para todo o crente para que, como Samuel, não desperdice nenhuma das palavras que recebe de Deus.


13/01/2016
Oração com os santos


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri