Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Jornada europeia de Memória da Shoah.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sois uma geração escolhida
um sacerdócio real, uma nação santa,
povo resgatado por Deus
para proclamar as suas maravilhas.

Aleluia aleluia, aleluia

II Samuel 7,4-17

Mas, naquela mesma noite, o Senhor falou a Natan, dizendo-lhe: «Vai dizer ao meu servo David: Diz o Senhor: "És tu que me vais construir uma casa para Eu habitar? Desde que tirei da terra do Egipto os filhos de Israel até ao dia de hoje, não habitei em casa alguma; mas peregrinava alojado numa tenda que me servia de morada. E, durante todo o tempo em que andei no meio dos israelitas, disse, porventura, a algum dos chefes de Israel que encarreguei de apascentar o meu povo: ‘Porque não me edificais uma casa de cedro?’ Dirás, pois, agora, ao meu servo David: Diz o Senhor do universo: Eu tirei-te das pastagens onde apascentavas as tuas ovelhas, para fazer de ti o chefe de Israel, meu povo. Estive contigo em toda a parte por onde andaste; exterminei diante de ti todos os teus inimigos e fiz o teu nome tão célebre como o nome dos grandes da terra. Fixarei um lugar para Israel, meu povo; nele o instalarei, e ali habitará, sem jamais ser inquietado; e os filhos da iniquidade não mais o oprimirão, como outrora, no tempo em que Eu estabelecia juízes sobre o meu povo, Israel. A ti concedo uma vida tranquila, livrando-te de todos os teus inimigos.
Além disso, o Senhor faz hoje saber que será Ele próprio quem edificará uma casa para ti.

Quando chegar o fim dos teus dias e repousares com teus pais, manterei depois de ti a descendência que nascerá de ti e consolidarei o seu reino.

Ele construirá um templo ao meu nome, e Eu firmarei para sempre o seu trono régio.

Eu serei para ele um pai e ele será para mim um filho. Se ele cometer alguma falta, hei-de corrigi-lo com varas e com açoites, como fazem os homens,

mas não lhe tirarei a minha graça, como fiz a Saul, a quem afastei diante de ti.

A tua casa e o teu reino permanecerão para sempre diante de mim, e o teu trono estará firme para sempre".»

Foi segundo estas palavras e esta visão que Natan falou a David.

 

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sereis santos,
porque Eu sou santo, diz o Senhor.

Aleluia aleluia, aleluia

Nesta página, vértice teológico do segundo livro de Samuel, aborda-se um ponto decisivo da história da salvação. A promessa da descendência e do reino que é feita a David será reevocada frequentemente nos salmos (Sl 89 e 132) e nos momentos culminantes da existência de Israel, assim como nos profetas. E na alvorada do Novo Testamento, ecoará nas palavras do arcanjo Gabriel que anuncia a Maria o nascimento de Jesus (Lc 1, 30-33). A primeira Igreja proclamará que em Cristo se realizava o que fora prometido a David relativamente à sua descendência (cf. Hb 1, 5; Act 2, 29-30). A narração inicia com a consideração que David faz entre a sua morada, um lindo palácio de cedro construído com a ajuda do rei de Tiro e a da arca, sinal da presença de Deus, ainda sob uma tenda. Decide, portanto, construir um Templo ao Senhor. A sua falta significava entre outros um claro sinal de inferioridade em relação às nações confinantes. O profeta Natã fica entusiasmado. Mas Deus desmente-o naquela mesma noite. A primeira reacção do profeta nasce da sua espontaneidade enquanto que a segunda, é expressamente desejada por Deus. A proposta de David era certamente boa, mas bem mais profunda era a perspectiva de Deus. Não é Deus quem precisa de uma casa, mas o povo de Israel. Os lugares de culto que no início tinham sido estabelecidos (Gn 12, 7-8; 28, 20-22; 35, 14), juntamente com o tabernáculo (Ex 26; 33, 7-11), eram sinais da sua presença entre o povo. Portanto, Deus comunica a David que assim como nunca pediu no passado a construção de um Templo, também não o pediria a ele (vv. 6-7). O Senhor conduziu o Seu povo e o próprio David em todos os seus feitos, sem possuir nenhuma residência fixa onde morar. O Senhor não precisa de paredes. Ao máximo, é Israel quem precisa para não se esquecer do Senhor. Portanto, o próprio Deus construirá uma morada para o Seu povo. As palavras de Natã referem-se certamente a Salomão que construirá o Templo, mas também vão bem além: "Eu exaltarei a tua descendência depois de ti, aquele que vai sair de ti". O profeta anuncia uma "casa real" que durará "para sempre"; será um "reino eterno". A profecia encontrará a sua plena realização em Cristo, tal como o anjo anuncia a Maria: "Ele será grande e será chamado Filho do Altíssimo; o Senhor dar-Lhe-á o trono de seu pai David e Ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacob e o Seu reino não terá fim" (Lc 1, 32-33).


27/01/2016
Oração com os santos


Calendário da semana
NOV
27
Domingo, 27 de Novembro
Liturgia dominical
NOV
28
Segunda-feira, 28 de Novembro
Oração pelos pobres
NOV
29
Terça-feira, 29 de Novembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
NOV
30
Quarta-feira, 30 de Novembro
Oração dos Apóstolos
DEZ
1
Quinta-feira, 1 de Dezembro
Oração pela Igreja
DEZ
2
Sexta-feira, 2 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
3
Sábado, 3 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical