Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eu sou o Bom Pastor,
minha voz as ovelhas escutam,
E serão um só rebanho e um só Pastor.

Aleluia aleluia, aleluia

I Reis 2,1-4.10-12

Os anos de David aproximavam-se da morte; então deu a seu filho Salomão as ordens seguintes: «Eu avanço pelo caminho por onde vai toda a gente; tem coragem e sê um homem! Observa os mandamentos do Senhor, teu Deus, andando nos seus caminhos, guardando as suas leis, seus preceitos, seus costumes e exigências, conforme está escrito na Lei de Moisés; assim terás êxito em todos os teus planos e acções. Assim o Senhor fará cumprir a sua palavra que me dirigiu quando disse: ‘Se os teus filhos velarem pela sua conduta e andarem na minha presença com lealdade, com todo o seu coração e toda a sua alma, então sim, jamais algum dos teus filhos deixará de se sentar sobre o trono de Israel.’ David morreu, juntando-se a seus pais e foi sepultado na cidade de David. A duração do reinado de David sobre Israel foi de quarenta anos. Em Hebron reinou sete anos e em Jerusalém trinta e três. Salomão sentou-se no trono de David, seu pai, e o seu reinado consolidou-se enormemente.

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eu vos dou um mandamento novo:
amai-vos uns aos outros!

Aleluia aleluia, aleluia

O primeiro livro dos Reis começa com a narração da sucessão de Salomão a David. O autor realça, porém, a dificuldade desse processo. O orgulho dos homens, neste caso de Adonias e dos seus cúmplices, fazem prevalecer os interesses individuais e de grupo e, assim, põem-se em alternativa não tanto a David quanto ao Senhor, verdadeiro "pastor" de Israel. David subiu ao trono com trinta anos e governa há quase quarenta anos. Já está velho, mas também cansado e enfermo. A sua fraqueza faz "ensoberbecer", como nota o autor sagrado, Adonias que, com a morte dos irmãos Amnon e Absalão, é o primogénito. Pensa, por isso, que é seu direito ocupar o trono de David. O seu plano, que aliás parece bastante razoável, prevê uma atenta estratégia de alianças. Mas a verdade é que Adonias não só não compreende que o verdadeiro guia de Israel é o Senhor, como nem tenta conhecer a Sua vontade. Ele, pelo contrário, confia só nas suas forças, na sua estratégia, nas suas capacidades pessoais para poder aceder à guia do reino que acredita ser seu de pleno direito. Estão longe das suas preocupações, o amor pelo povo e ainda mais longe a convicção de que se deva entregar ao Senhor para ser o Seu servidor. Ele é guiado unicamente pela ambição. O temor deste golpe de Estado leva o profeta Natã, que bem conhece o coração de Deus, a intervir para bloquear Adonias. Além disso, o profeta sabe muito bem que Deus escolhe os pequenos e os últimos para realizar as Suas obras. Esteve ao lado de David no momento do nascimento de Salomão (2Sm 12, 24-25) e recorda que David tinha feito um juramento solene a favor de Salomão. O profeta convence também Betsabeia a intervir junto de David a favor de Salomão. Depois desta intervenção, David manifesta-se explicitamente e indica Salomão como seu sucessor: ordena, portanto, que lhe seja trazida a sua mula e que o conduzam até à fonte de Gion. Foi aí, que David foi consagrado rei pelos sacerdotes: a unção com o óleo, o anúncio da consagração com o som das trombetas e a aclamação do povo, sancionam a subida ao trono de Salomão. Mais uma vez o Senhor, através da palavra do profeta, guia a história de Israel, escolhendo não o herdeiro legítimo, mas o último, o mais pequeno. É uma constante na história da revelação bíblica. E mostra que é o Senhor que continua a guiar o Seu povo.


04/02/2016
Oração pela Igreja


Calendário da semana
FEV
19
Domingo, 19 de Fevereiro
Liturgia dominical
FEV
20
Segunda-feira, 20 de Fevereiro
Oração pela Paz
FEV
21
Terça-feira, 21 de Fevereiro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
FEV
22
Quarta-feira, 22 de Fevereiro
Oração dos Apóstolos
FEV
23
Quinta-feira, 23 de Fevereiro
Oração pela Igreja
FEV
24
Sexta-feira, 24 de Fevereiro
Oração da Santa Cruz
FEV
25
Sábado, 25 de Fevereiro
Oração da vigília
FEV
26
Domingo, 26 de Fevereiro
Liturgia dominical