Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Os hebreus festejam o início do tempo da Páscoa (Pesah). Memória de Santo Adalberto, bispo de Praga. Sofreu o martírio na Prússia oriental para onde tinha ido anunciar o Evangelho (+997). Viveu durante muito tempo em Roma onde a sua memória é venerada na basílica de São Bartolomeu na Ilha Tiberina.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Todo o que vive e crê em mim
não morrerá jamais.

Aleluia aleluia, aleluia

Actos dos Apóstolos 13,44-52

No sábado seguinte, quase toda a cidade se reuniu para ouvir a palavra do Senhor. A presença da multidão encheu os judeus de inveja, e responderam com blasfémias ao que Paulo dizia. Então, desassombradamente, Paulo e Barnabé afirmaram:
«Era primeiramente a vós que a palavra de Deus devia ser anunciada. Visto que a repelis e vós próprios vos julgais indignos da vida eterna, voltamo-nos para os pagãos,

pois assim nos ordenou o Senhor:
Estabeleci-te como luz dos povos,
para levares a salvação
até aos confins da Terra.»

Ao ouvirem isto, os pagãos encheram-se de alegria e glorificavam a palavra do Senhor; e todos os que estavam destinados à vida eterna abraçaram a fé.

Assim, a palavra do Senhor divulgava-se por toda aquela região.

Mas os judeus incitaram as senhoras devotas mais distintas e os de maior categoria da cidade, desencadeando uma perseguição contra Paulo e Barnabé, e expulsaram-nos do seu território.

Estes, sacudindo contra eles o pó dos pés, foram para Icónio.

Quanto aos discípulos, estavam cheios de alegria e do Espírito Santo.


 

Aleluia aleluia, aleluia

Se tu creres verás a glória de Deus
diz o Senhor.

Aleluia aleluia, aleluia

O apóstolo Paulo volta a falar na sinagoga no sábado seguinte. E, anota o autor dos Actos: "quase toda a cidade se reuniu para ouvir a Palavra de Deus". Parece rever a cena, sinteticamente descrita pelo evangelista Marcos, das multidões que se reuniam diante da casa de Cafarnaum para ouvir Jesus. Também hoje, e provavelmente mais do que ontem, as cidades precisam de ouvir aquela mesma Palavra. O clima de medo e de resignado isolamento egocêntrico, juntamente com aquele sentimento de desorientação que atinge muitos e que parece difundir-se cada vez mais no mundo, são uma invocação inconsciente para que Jesus volte depressa para tocar o coração das pessoas. Certo, pode acontecer também hoje que ciúmes e invejas impeçam violentamente a proclamação do Evangelho, como aconteceu a Paulo por parte dos hebreus que o ouviam. E, no entanto, ele tinha-se dirigido a eles em primeiro lugar. A história da pregação cristã está cheia de exemplos análogos: nunca faltam os obstáculos ao Evangelho e, às vezes, são postos precisamente por aqueles que O deveriam acolher em primeiro lugar. De qualquer modo, Paulo não desiste e dirige-se aos pagãos. É um momento decisivo para a vida da primeira comunidade cristã, uma espécie de linha de divisão. Essa escolha pastoral nasce, mais uma vez, da inteligência espiritual de ler e interpretar os "sinais dos tempos". Paulo, após a recusa por parte dos hebreus, toca com mão, podemos assim dizer, a grande disponibilidade dos pagãos para acolherem o Evangelho. E não pode não corresponder a esta expectativa. Com efeito, muitos abraçaram, e de boa vontade, a fé. Lucas, com justa satisfação, pode escrever mais uma vez: "A Palavra do Senhor espalhava-se por toda a região". Parafraseando uma afirmação de Gregório Magno, podemos dizer: "As Escrituras crescem com quem As escutam". É uma lição que também nós devemos aprender neste nosso tempo. Milhares de milhões de pessoas aguardam uma palavra de salvação. É urgente que no nosso mundo globalizado também "a Palavra de Deus se espalhe", se globalize, até alcançar os corações mais afastados e os console.


23/04/2016
Oração da vigília


Calendário da semana
JAN
15
Domingo, 15 de Janeiro
Liturgia dominical
JAN
16
Segunda-feira, 16 de Janeiro
Oração pela Paz
JAN
17
Terça-feira, 17 de Janeiro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
JAN
18
Quarta-feira, 18 de Janeiro
Oração com os santos
JAN
19
Quinta-feira, 19 de Janeiro
Oração pela Igreja
JAN
20
Sexta-feira, 20 de Janeiro
Oração da Santa Cruz
JAN
21
Sábado, 21 de Janeiro
Oração da vigília
JAN
22
Domingo, 22 de Janeiro
Liturgia dominical