Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eu sou o Bom Pastor,
minha voz as ovelhas escutam,
E serão um só rebanho e um só Pastor.

Aleluia aleluia, aleluia

Actos dos Apóstolos 15,7-21

Depois de longa discussão, Pedro ergueu-se e disse-lhes:
«Irmãos, sabeis que Deus me escolheu, desde os primeiros dias, para que os pagãos ouvissem da minha boca a palavra do Evangelho e abraçassem a fé.

E Deus, que conhece os corações, testemunhou a favor deles, concedendo-lhes o Espírito Santo como a nós.

Não fez qualquer distinção entre eles e nós, visto ter purificado os seus corações pela fé.

Porque tentais agora a Deus, querendo impor aos discípulos um jugo que nem os nossos pais nem nós tivemos força para levar?

Além disso, é pela graça do Senhor Jesus que acreditamos que seremos salvos, exactamente como eles.»

Toda a assembleia ficou em silêncio e se pôs a ouvir Barnabé e Paulo a descrever os milagres e prodígios que Deus realizara entre os pagãos, por intermédio deles. Quando acabaram de falar, Tiago tomou a palavra e disse:
«Irmãos, escutai-me.

Simão contou como Deus, desde o princípio, se dignou intervir para tirar de entre os pagãos um povo que fosse consagrado ao seu nome.

E com isto concordaram as palavras dos profetas, conforme está escrito:

Depois disto, hei-de voltar
a reconstruir a tenda de David, que estava caída;
reconstruirei as suas ruínas
e erguê-la-ei de novo,

a fim de que o resto dos homens procure o Senhor,
bem como todos os povos
que foram consagrados ao meu nome
- diz o Senhor, que dá a conhecer

 estas coisas desde a eternidade.

Por isso, sou de opinião que não se devem importunar os pagãos convertidos a Deus.

Que se lhes diga apenas para se absterem de tudo quanto foi conspurcado pelos ídolos, da imoralidade, das carnes sufocadas e do sangue.

Desde os tempos antigos, Moisés tem em cada cidade os seus pregadores e é lido todos os sábados nas sinagogas.»

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eu vos dou um mandamento novo:
amai-vos uns aos outros!

Aleluia aleluia, aleluia

Os apóstolos e os presbíteros reuniram-se em assembleia comum em Jerusalém. Os Actos referem que o debate foi bastante vivaz. Por fim, Pedro tomou a palavra e referiu-se ao caso de Cornélio. E contou como o Espírito Santo desceu também sobre o centurião romano e a sua família: e "não fez nenhuma distinção entre nós e eles, purificando-lhes o coração mediante a fé". Pedro, a partir da sua própria experiência dava, portanto, razão à posição de Paulo e de Barnabé: só a graça e não as práticas rituais, é que é a causa de salvação. E todos aguardaram que Paulo e Barnabé contassem os preciosos frutos da missão deles entre os pagãos. Os milagres que ocorreram graças à proclamação da Palavra de Deus entre os pagãos eram um claro sinal da força do Evangelho e indicavam, portanto, o caminho que a Igreja deveria percorrer. É sugestiva a anotação de Lucas: "Houve então um silêncio em toda a assembleia. Depois ouviram Barnabé e Paulo contar todos os sinais e prodígios que Deus havia realizado por meio deles entre os pagãos". Não foi a eloquência ou a rectitude da doutrina que suscitou maravilha, mas os extraordinários frutos de conversão que se seguiram à pregação deles. Sucedeu assim no início da experiência cristã e deve suceder assim também ainda hoje. Ou seja, é preciso que o Evangelho seja proclamado e cresça no coração das pessoas para formar a única família de Deus entre todos os crentes. Não basta simplesmente proclamar verdades abstractas ou parar para conservar o que já existe. É necessário que o Evangelho proclamado chegue ao coração de quem O escuta e o induza a entrar na família de Deus. Tiago, no fim da assembleia, tomando a palavra e recordando as palavras de Pedro, defendeu a legitimidade da posição de Paulo: é a fé no Evangelho que salva e não a lei; é o amor apaixonado que faz crescer a Igreja e não um frio e programado ritual. A Igreja é uma assembleia de pessoas unidas não por regras exteriores e nem sequer por costumes rituais, mas pela fé dos discípulos que entregam a própria vida a Cristo e ao Seu Evangelho.


28/04/2016
Oração pela Igreja


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri