Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sois uma geração escolhida
um sacerdócio real, uma nação santa,
povo resgatado por Deus
para proclamar as suas maravilhas.

Aleluia aleluia, aleluia

Actos dos Apóstolos 17,15-22

Os que acompanhavam Paulo levaram-no a Atenas e regressaram, incumbidos de transmitir a Silas e a Timóteo a ordem de irem reunir-se a Paulo o mais rapidamente possível. Enquanto Paulo os esperava em Atenas, o espírito fremia-lhe de indignação, ao ver a cidade repleta de ídolos. Discutia na sinagoga com os judeus e prosélitos e, na praça pública, todos os dias, com os que lá apareciam. Até alguns filósofos epicuristas e estóicos trocavam impressões com ele. Uns diziam: «Que quererá dizer este papagaio?» Outros: «Parece que é um pregoeiro de deuses estrangeiros.» Isto, porque Paulo anunciava a Boa-Nova de Jesus e a ressurreição. Levaram-no com eles ao Areópago e disseram-lhe: «Poderemos saber que nova doutrina é essa que ensinas? O que nos dizes é muito estranho e gostaríamos de saber o que isso quer dizer.» Na verdade, tanto os atenienses como os estrangeiros residentes em Atenas não passavam o tempo noutra coisa, senão a dizer ou a escutar as últimas novidades. De pé, no meio do Areópago, Paulo disse, então:
«Atenienses, vejo que sois, em tudo, os mais religiosos dos homens.

 

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sereis santos,
porque Eu sou santo, diz o Senhor.

Aleluia aleluia, aleluia

A perseguição, por um singular projecto de Deus, levava os discípulos a dirigirem-se para outros lugares para proclamarem também aí a Boa Notícia do Reino. O Senhor transformava em vantagem para o Evangelho a crueldade dos opositores do Evangelho. Paulo chega, portanto, a Atenas como um fugitivo. Atenas, apesar de já não ser mais uma cidade próspera como nos tempos de Platão, continuava, todavia, a ser uma grande capital. Na narração de Lucas, depois de Jerusalém e antes de Roma, Paulo deveria proclamar o Evangelho na capital da cultura daquele tempo. Chegado à cidade, Paulo não começou logo o confronto com os atenienses. Preferiu misturar-se no tráfico da ágora e no mercado para colher a sensibilidade dos atenienses. O desafio era delicadíssimo e Paulo sabia-o muito bem. Por isso, queria compreender, de dentro, podemos dizer, a cultura, os costumes, a sensibilidade, a vida dos atenienses. O grande interrogativo que Paulo tinha na mente era claro: Conseguiria Jerusalém conquistar Atenas? Conseguiria o Evangelho tocar o coração do Areópago? É a mesma questão que continuamos a pôr-nos hoje perante os muitos areópagos deste mundo, perante as muitas culturas que habitam o planeta e que atravessam os corações e as mentes dos homens. A audácia de Paulo, que com coragem se apresenta diante dos sábios de Atenas, mostra-nos que nenhum areópago está alheio à pregação, nenhuma cultura está alheia ao Evangelho. Antes pelo contrário, os areópagos de hoje aguardam discípulos que saibam anunciar com sabedoria e vigor a salvação que vem de Jesus. É o grande desafio que todos os cristãos têm diante de si e que não podem iludir porque só o Evangelho pode tornar mais humano o mundo em que vivemos.


04/05/2016
Oração com os santos


Calendário da semana
FEV
19
Domingo, 19 de Fevereiro
Liturgia dominical
FEV
20
Segunda-feira, 20 de Fevereiro
Oração pela Paz
FEV
21
Terça-feira, 21 de Fevereiro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
FEV
22
Quarta-feira, 22 de Fevereiro
Oração dos Apóstolos
FEV
23
Quinta-feira, 23 de Fevereiro
Oração pela Igreja
FEV
24
Sexta-feira, 24 de Fevereiro
Oração da Santa Cruz
FEV
25
Sábado, 25 de Fevereiro
Oração da vigília
FEV
26
Domingo, 26 de Fevereiro
Liturgia dominical