Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Na Basílica de Santa Maria in Trastevere, reza-se pelos doentes.
Para os muçulmanos inicia o mês do Ramadão.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eis o Evangelho dos pobres, a libertação dos prisioneiros,
a vista dos cegos, a libertação dos oprimidos

Aleluia aleluia, aleluia

I Reis 17,1-6

Elias, o tisbita, habitante de Guilead, disse a Acab: «Pela vida do Senhor, Deus de Israel, a quem eu sirvo, não cairá orvalho nem chuva nestes anos senão à minha ordem.» A palavra do Senhor foi-lhe dirigida nestes termos: «Vai-te daqui, dirige-te para Oriente e esconde-te na torrente de Querit, que fica em frente do Jordão. Beberás da torrente, e Eu já ordenei aos corvos que te levem lá de comer.» Então ele partiu segundo a palavra do Senhor e foi morar junto à margem do Querit, em frente do Jordão. Os corvos traziam-lhe pão e carne, de manhã e de tarde, e ele bebia água da torrente.

 

Aleluia aleluia, aleluia

O Filho do Homem veio para servir
quem quiser ser grande, faça-se servo de todos

Aleluia aleluia, aleluia

O nome de Elias, que significa "o Senhor é o meu Deus", sintetiza toda a vida do profeta. Ele é um homem de Javé. E foi-o num momento em que a crise religiosa atingira o seu ápice: o povo de Israel não só se tinha afastado da fé, como também decidira seguir outros ídolos. O rei Acab, induzido pela mulher Jezabel, princesa fenícia, apoiou o culto de Baal dedicando-lhe um santuário na capital e promovendo uma campanha contra o javismo chegando até mesmo a matar os profetas. Neste contexto dramático, o Senhor manda Elias. Ele aparece de repente, sem ser preanunciado. Não é chamado profeta, mas afirma estar na presença de Deus e decreta a seca com base na própria autoridade. Podemos dizer que a sua única força é a sua palavra. Mas essa força provém-lhe da obediência imediata e total à Palavra de Javé. É só com a força da Palavra de Deus que Elias pode desafiar o abismo de incredulidade em que Israel precipitou. O papel de Elias aparece num momento crucial para a história de Israel, provavelmente igual ao de Moisés. Provavelmente é por isso que representou o profetismo ao lado de Moisés que representa a Lei (Mc 9, 4). Elias proclama uma forte seca na região: "nestes anos não haverá orvalho nem chuva, a não ser quando eu mandar" (v. 1). É o sinal da luta de Javé contra Baal, considerado o deus da chuva pelos próprios israelitas. O profeta começa a sua luta directamente contra essa idolatria. Ele conhecia a fé referida no Levítico: "Se não Me obedecerdes e não puserdes em prática todos estes mandamentos; se rejeitardes os meus estatutos e desprezardes as minhas normas... mandarei contra vós o terror, a fraqueza e a febre, que embaçam os olhos e consomem a vida. Espalhareis as sementes em vão: pois o vosso inimigo é que as comerá... Quebrarei a vossa teimosia orgulhosa, fazendo com que o céu seja como o ferro, e a vossa terra como o bronze. Consumireis inutilmente as vossas energias, pois a terra não dará colheita, e as árvores do campo não produzirão frutos" (Lv 26, 14-20). Elias, durante este terrível flagelo, é enviado pelo Senhor para os vales da torrente Carit. Mais do que um refúgio, aquele lugar representa um pôr-se de lado, afastar-se das preocupações comuns, para deixar que o Senhor transforme o coração dos discípulos para crescer na sabedoria. Não é por acaso que na Vida de António, que terá uma influência notável tanto no Oriente quanto no Ocidente, Elias representa o arquétipo do monge que dedica a própria vida ao Senhor e por Ele será assistido em tudo. O profeta, tal como o discípulo, é alimentado por Deus. O texto refere que "os corvos levavam-lhe pão de manhã e carne à tarde" (v. 6); podem parecer uma presença estranha já que o Levítico os coloca na lista dos animais impuros (11, 15) mas, no entanto, são precisamente eles que levam o alimento ao profeta. O que pode parecer inadequado é escolhido por Deus para assistir os Seus filhos.


06/06/2016
Oração pelos doentes


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri