Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eu sou o Bom Pastor,
minha voz as ovelhas escutam,
E serão um só rebanho e um só Pastor.

Aleluia aleluia, aleluia

Ben Sira 48,1-14

Levantou-se, depois, o profeta Elias, impetuoso como o fogo;
as suas palavras eram ardentes como um facho.

Fez vir sobre eles a fome
e, no seu zelo, reduziu-os a poucos.

Com a palavra do Senhor fechou o céu
e assim fez cair fogo por três vezes.

Quão glorioso te tornaste, Elias, pelos teus prodígios!
Quem pode gloriar-se de ser como tu?

Tu que arrancaste um homem à morte,
da morada dos mortos, pela palavra do Altíssimo;

tu precipitaste os reis na ruína,
e fizeste cair do seu leito homens gloriosos;

tu ouviste, no Sinai, o juízo do Senhor,
e, no monte Horeb, os decretos da sua vingança;

tu sagraste reis, para vingar crimes
e estabeleceste profetas para te sucederem;

tu foste arrebatado num redemoinho de fogo,
num carro puxado por cavalos de fogo;

tu foste escolhido, nos decretos dos tempos,
para abrandar a ira antes de enfurecer,
reconciliar os corações dos pais com os filhos
e restabelecer as tribos de Jacob.

Felizes os que te viram e os que morreram no amor;
pois, nós também viveremos certamente.

Quando Elias foi envolvido num redemoinho,
Eliseu ficou repleto do seu espírito.
Nunca, em seus dias, ele temeu príncipe algum
e ninguém pôde subjugá-lo.

Nada era muito difícil para ele,
e, ainda depois de morto, o seu corpo profetizou.

Durante a vida, fez prodígios
e, depois da morte, operou maravilhas.

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eu vos dou um mandamento novo:
amai-vos uns aos outros!

Aleluia aleluia, aleluia

A Palavra de Deus da Liturgia de hoje, apresenta-nos a figura de Elias, seja na primeira leitura retirada do livro do Eclesiástico, seja no Evangelho de Mateus (17, 10-13) onde Jesus, descendo do monte depois da Transfiguração fala, precisamente do profeta Elias. A tradição do tempo afirmava que Elias regressaria antes do Messias. Na verdade, Jesus confirma que já veio. Mas referia-se a João Baptista. O Eclesiástico apresenta Elias com palavras fortes: "Então surgiu o profeta Elias como um fogo, e a sua palavra queimava como um facho". O povo do Senhor tinha caído na dureza do coração e na obstinação de comportamentos violentos e pecaminosos. É fácil não escutar a Palavra de Deus que, todavia, é proclamada com abundância na nossa vida. Enquanto o Senhor nos envolve no Seu sonho de paz sobre o mundo, quase prevenindo com a Sua Palavra o decorrer da História, o orgulho cega-nos diante da obra de Deus e impede-nos de saborear a sua maravilha e de rejubilar com gratidão. A Palavra do Senhor, pelo contrário, vem ao nosso encontro e surpreende-nos com a novidade do Seu anúncio, derrotando o vício de uma escuta óbvia: "Agora, revelo-te coisas novas, segredos que não conheces. Foram criadas neste momento e não outrora; antes do dia de hoje nunca ouviste falar delas; de contrário, poderias dizer: ‘Eu já sabia disso tudo’". Se a palavra dos profetas nos soa já conhecida, se já não nos surpreende, se já não chega ao profundo do coração, é porque estamos demasiado seguros de escutá-la e de vivê-la. Na verdade, para nós é natural ouvirmo-nos a nós mesmos e aos nossos hábitos. No entanto, o Senhor vem ao nosso encontro e manda-nos profetas para que abanem o nosso coração. Elias é a nova profecia que o Senhor faz ecoar nos nossos ouvidos neste tempo que necessita de grande mudanças. A pregação que recebemos neste tempo, e não só do Papa Francisco, deveras semelhante à de Elias, continua a fazer descer "por três vezes o fogo" no coração dos homens. Assistimos a muitos prodígios. Não haverá um fogo que se inflama e que "reconduz o coração dos pais aos filhos"? É o fogo da pregação que pretende envolver-nos na profecia de Elias para que toda a laceração seja curada e a fraternidade seja recomposta.


16/06/2016
Oração pela Igreja


Calendário da semana
NOV
27
Domingo, 27 de Novembro
Liturgia dominical
NOV
28
Segunda-feira, 28 de Novembro
Oração pelos pobres
NOV
29
Terça-feira, 29 de Novembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
NOV
30
Quarta-feira, 30 de Novembro
Oração dos Apóstolos
DEZ
1
Quinta-feira, 1 de Dezembro
Oração pela Igreja
DEZ
2
Sexta-feira, 2 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
3
Sábado, 3 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical