Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

O Espírito Santo virá sobre ti
Aquele que nascer de ti será santo.

Aleluia aleluia, aleluia

II Reis 19,9a-11.14-21.31-35.36

«Isto direis a Ezequias, rei de Judá: não te deixes enganar pelo teu Deus, no qual puseste a tua confiança, pensando que Jerusalém não será entregue nas mãos do rei da Assíria. Ouviste dizer como os reis da Assíria trataram todos os países e os devastaram. Só tu é que irias escapar? Ezequias recebeu a carta das mãos dos mensageiros, leu-a, depois foi ao templo, e abriu-a diante do Senhor. E orou diante dele, dizendo: «Senhor, Deus de Israel, que estás sentado sobre os querubins, só Tu és o Deus de todos os reinos da terra. Tu fizeste os céus e a terra. Inclina, Senhor, os teus ouvidos e ouve! Abre, Senhor, os teus olhos e vê! Ouve, Senhor, a mensagem que Senaquerib mandou, para blasfemar contra o Deus vivo! É verdade, Senhor, que os reis da Assíria destruíram as nações, devastaram os seus territórios, e atiraram ao fogo os seus deuses, pois eles não eram deuses, eram apenas objectos feitos pelas mãos do homem, objectos de madeira e de pedra. Por isso, foram destruídos. Mas Tu, Senhor, nosso Deus, salva-nos agora das mãos de Senaquerib, a fim de que todos os povos da Terra saibam que Tu, o Senhor, és o único Deus.» Isaías, filho de Amós, mandou dizer a Ezequias: «Isto diz o Senhor, Deus de Israel: Eu ouvi a oração que me fizeste a respeito de Senaquerib, rei da Assíria. Eis o oráculo que o Senhor pronunciou contra ele:
"A virgem, filha de Sião,
despreza-te e escarnece de ti;
atrás de ti meneia a cabeça
a filha de Jerusalém.

De Jerusalém surgirá um resto, e do monte de Sião sobreviventes. Fará tudo isto o zelo do Senhor. Portanto, eis o que diz o Senhor sobre o rei da Assíria: Ele não entrará nesta cidade, nem atirará flechas contra ela, não a rodeará de escudos, nem a cercará de trincheiras. Mas voltará pelo caminho por onde veio, sem entrar na cidade - oráculo do Senhor! Pois defenderei esta cidade e salvá-la-ei por amor de mim e de David, meu servo.» Nessa mesma noite, o anjo do Senhor apareceu no acampamento dos assírios e feriu cento e oitenta e cinco mil homens. No dia seguinte de manhã, só lá havia cadáveres. Senaquerib, rei da Assíria retirou-se, retomou o caminho de sua terra e ficou em Nínive.

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eis, Senhor, os vossos servos:
Faça-se em nós segundo a vossa palavra

Aleluia aleluia, aleluia

Esta página bíblica inicia, reportando as ameaças que Senaquerib, rei assírio, envia a Ezequias, rei de Judá. Depois da queda do reino do Norte, agora a ameaça concentra-se sobre Jerusalém. Manda dizer para não depositar a sua confiança no Senhor: "Que o Deus no qual confias não te engane, dizendo que Jerusalém não cairá em poder do rei da Assíria". Senaquerib que já saiu vitorioso de outras batalhas naquela região, pretende comprometer a fé de Ezequias dizendo-lhe que o seu Deus não é assim tão forte como ele julga: "Tu mesmo ouviste dizer o que os reis da Assíria fizeram a todas as nações, destruindo-as completamente. Como poderias escapar?". Há um orgulhoso sarcasmo nas palavras do rei assírio, miradas a enfraquecer a fé de Ezequias. Mas o rei de Judá, apesar de estar atento às ameaças feitas contra Jerusalém, não deixa, no entanto, que a sua fé esmoreça. Sabe muito bem que o exército adversário é muito mais aguerrido do que o seu e que não o pode enfrentar sozinho, com as suas únicas forças. No entanto, também sabe que pode confiar em Deus e que Ele é a sua força. Subiu imediatamente ao Templo e dirige ao Senhor a sua angustiada oração. Reza não para si, mas pela sua cidade, pela salvação do seu povo: "Inclina os teus ouvidos, Senhor, e escuta; abre os teus olhos e vê… Salva-nos das mãos deles (de Senaquerib), para que todos os reinos do mundo saibam que só Tu, Senhor, és Deus". O rei recebe a resposta através da palavra do profeta Isaías, enviado por Deus. O profeta diz-lhe que a sua prece chegou ao Céu. A cidade não só será salva da destruição – o rei da Assíria "não entrará nesta cidade, nem lançará nenhuma flecha" – mas o Senhor vai preservá-la "porque de Jerusalém sairá um resto, e do monte Sião os sobreviventes". A cidade é salva por Deus não por ser ela, mas pela missão que Ele lhe confiou. Aquele pequeno "resto" é o pequeno grupo de fiéis do Senhor que Ele escolheu para proclamar a todo o mundo o Seu projecto de salvação universal. A salvação não é só para nós, mas para ser proclamada a todo o mundo. O que já acontecia no tempo do rei Ezequias, de maneira ainda obscura, agora acontece com maior clareza: aquele "resto" é Jesus e os Seus discípulos enviados no mundo para proclamarem o Evangelho do amor.


21/06/2016
Oração com Maria, Mãe do Senhor


Calendário da semana
JAN
15
Domingo, 15 de Janeiro
Liturgia dominical
JAN
16
Segunda-feira, 16 de Janeiro
Oração pela Paz
JAN
17
Terça-feira, 17 de Janeiro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
JAN
18
Quarta-feira, 18 de Janeiro
Oração com os santos
JAN
19
Quinta-feira, 19 de Janeiro
Oração pela Igreja
JAN
20
Sexta-feira, 20 de Janeiro
Oração da Santa Cruz
JAN
21
Sábado, 21 de Janeiro
Oração da vigília
JAN
22
Domingo, 22 de Janeiro
Liturgia dominical