Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eis o Evangelho dos pobres,
a libertação dos prisioneiros,
a vista dos cegos,
a libertação dos oprimidos

Aleluia aleluia, aleluia

Isaías 38,1-6.21-22.7-8

Por este tempo, o rei Ezequias adoeceu de uma enfermidade mortal. O profeta Isaías, filho de Amós, veio visitá-lo e disse-lhe: «Eis o que diz o Senhor: Faz o testamento, porque vais morrer muito brevemente.» Ezequias voltou o rosto para a parede e fez ao Senhor esta oração: «Senhor, lembra-te
que tenho andado fielmente diante de ti,
com um coração sincero e íntegro,
pois fiz sempre a tua vontade.»
E começou a chorar, derramando lágrimas abundantes.

Então, a palavra do Senhor foi dirigida a Isaías nestes termos:

«Vai e diz a Ezequias: 'Eis o que diz o Senhor, o Deus de teu pai David: Ouvi a tua oração e vi as tuas lágrimas; vou acrescentar à tua vida mais quinze anos.

Hei-de livrar-te, a ti e a esta cidade, das mãos do rei da Assíria e protegê-la-ei.'»

Depois, Isaías deu esta ordem: «Tragam um emplastro de figos e apliquem-no na parte doente e ficará curado.»

E Ezequias perguntou: «Qual é o sinal que me garanta que ainda poderei ir ao templo do Senhor?»


Isaías disse-lhe: «É este o sinal, da parte do Senhor, para que saibas que Ele cumprirá a promessa:

No relógio de sol de Acaz farei retroceder a sombra dez graus, tantos quantos tinha avançado.» E o sol retrocedeu os dez graus que já tinha avançado.

 

Aleluia aleluia, aleluia

O Filho do Homem veio para servir
quem quiser ser grande, faça-se servo de todos

Aleluia aleluia, aleluia

O conto da doença e da cura de Ezequias retrata um rei que deposita toda a sua confiança em Deus. A Ele, Ezequias dirige-se doente e já quase a morrer, a Ele pode recordar com verdade a sua lealdade e obediência passada, a Ele pode pedir um sinal, sem que isso seja entendido como uma dúvida, mas como acolhimento da promessa divina. Ezequias foi um grande rei para o seu povo. Tinha lutado para que Israel regressasse ao Senhor, abandonando os ídolos. Mas "no meio dos meus dias – começa o rei – partirei; pelo resto dos meus anos, ficarei postado à porta da mansão dos mortos". Também os homens sábios e justos são tocados pelas dificuldades da vida. O rei está doente e dirige uma sentida prece ao Senhor descrevendo-Lhe a sua dor e invocando-Lhe ajuda. "Estou oprimido, ajuda-me Senhor", prega o rei. Questiona-se se foi o Senhor quem lhe provocou a dor mas, logo a seguir, reza: "Senhor, em ti espera o meu coração... cura-me e faz-me reviver". Com efeito, a doença e as dificuldades não são um castigo de Deus. Job descobre-o gradualmente, depois de ter contrastado a opinião dos seus três amigos que, pelo contrário, o queriam convencer que o seu sofrimento era a consequência do seu pecado. As Sagradas Escrituras ensinam-nos constantemente a dirigirmo-nos a Deus e a rezar no sofrimento e nas dificuldades, expondo-Lhe também os motivos e as angústias da vida. Deus não recusa aquele que se dirige a Ele, não recusa a invocação de ajuda que vem dos que sofrem no mundo. Como Ezequias (mas a mesma coisa repete-se em muitos salmos) todos nós devemos aprender a rezar, a expor a Deus a nossa for e a de todo o mundo. Ele, na Sua infinita bondade vem em nosso socorro, cura e salva. A súplica do rei recebe resposta através do profeta: o Senhor escutou a sua prece (v. 5), acede ao seu pedido e alarga-o também a Jerusalém: o Senhor intervirá também a favor de Jerusalém e os dois, o rei e a cidade, serão objecto de libertação e protecção (v. 6).


15/07/2016
Oração da Santa Cruz


Calendário da semana
NOV
27
Domingo, 27 de Novembro
Liturgia dominical
NOV
28
Segunda-feira, 28 de Novembro
Oração pelos pobres
NOV
29
Terça-feira, 29 de Novembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
NOV
30
Quarta-feira, 30 de Novembro
Oração dos Apóstolos
DEZ
1
Quinta-feira, 1 de Dezembro
Oração pela Igreja
DEZ
2
Sexta-feira, 2 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
3
Sábado, 3 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical