Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Festa da Virgem Maria do Monte Carmelo.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Todo o que vive e crê em mim
não morrerá jamais.

Aleluia aleluia, aleluia

Miquéias 2,1-5

Ai dos que planeiam a iniquidade,
dos que maquinam o mal em seus leitos,
e o executam logo ao amanhecer do dia,
porque têm o poder na sua mão!

Cobiçam as terras e apoderam-se delas,
cobiçam as casas e roubam-nas;
fazem violência ao homem e à sua família,
ao dono e à sua herança.

Por isso, assim fala o Senhor:
«Tenho planeado um mal contra esta raça,
do qual não livrareis o pescoço.
Não andareis mais com a cabeça erguida,
porque será tempo calamitoso.

Naquele dia será composta sobre vós uma sátira,
e cantar-se-á uma elegia:
‘Estamos perdidos completamente,
a parte do meu povo passa a outros.
Ninguém a restituirá.
Roubam e distribuem os nossos campos.’

Por isso, não terás ninguém
que meça com cordel as porções,
na assembleia do Senhor.»

 

Aleluia aleluia, aleluia

Se tu creres verás a glória de Deus
diz o Senhor.

Aleluia aleluia, aleluia

As palavras do profeta constituem a primeira parte de um díptico dirigido aos poderosos que exercem com arbítrio e violência o poder deles. O quadro inicial que descreve a acção dos poderosos, mostra a força da trama do mal na vida dos homens. Miqueias vive em Jerusalém, cidade não muito diferente da Samaria descrita por Amós. Ele não apresenta apenas uma acusação de arbítrio ou de abuso, mas revela com acuidade a perversão que se apodera daqueles que se tornam escravos do poder que exercem. O desejo intenso de possuir e de manifestar o próprio poder apodera-se deles. Meditam também à noite o mal, todo o tempo deles é dominado pelo espírito maligno. O profeta admoesta para não nos deixarmos enganar pela cobiça de possuir, porque tudo acabará e arruinar-se-á. Também no nosso mundo, o amor pelo dinheiro continua a criar disparidades e injustiça e deixa fora da porta os pobres, como acontece com o pobre Lázaro. O mundo nunca foi tão rico de bens como nos dias de hoje e, no entanto, os pobres nunca foram assim tão numerosos como neste período. É uma injustiça insuportável para Deus. O grito dos pobres chega até ao coração de Deus e comove-O. A Palavra profética vem denunciar o escândalo desta disparidade. Inicia com um "ai!", uma expressão que soa seja de ameaça, seja de lamentação sobre aquele que realiza o mal para que o possa reconhecer antes que seja demasiado tarde. Com efeito, o mal virar-se-á contra os violentos: quantos tramam o mal dia e noite e iludem-se que ficarão impunes. Mas a injustiça que oprime é uma ofensa a Deus, que é Pai de todos. A comunidade dos crentes deve aproximar-se aos fracos e aos pobres para que sintam a misericórdia e a compaixão de Deus. Com efeito, o Senhor tem predilecção por eles e defende-os.


16/07/2016
Oração da vigília


Calendário da semana
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical
DEZ
5
Segunda-feira, 5 de Dezembro
Oração pelos doentes
DEZ
6
Terça-feira, 6 de Dezembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
DEZ
7
Quarta-feira, 7 de Dezembro
Oração com os santos
DEZ
8
Quinta-feira, 8 de Dezembro
Festa da Imaculada Conceição
DEZ
9
Sexta-feira, 9 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
10
Sábado, 10 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
11
Domingo, 11 de Dezembro
Liturgia dominical

Per Natale, regala il Natale! Aiutaci a preparare un vero pranzo in famiglia per i nostri amici più poveri