Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Todo o que vive e crê em mim
não morrerá jamais.

Aleluia aleluia, aleluia

Ezequiel 18,1-10.13.30-32

Foi-me dirigida a palavra do Senhor nestes termos: «Porque proferis este provérbio à casa de Israel: ‘Os pais comeram uvas verdes e os dentes dos filhos é que ficaram embotados’? Pela minha vida, diz o Senhor Deus, não deveis repetir este provérbio em Israel. Todas as vidas me pertencem, tanto a vida do pai como a do filho, todas me pertencem. O que pecou é que morrerá.» «Se alguém é justo, observa o direito e a justiça, não come nos lugares altos, não levanta os olhos para os ídolos da casa de Israel, não desonra a mulher do seu próximo, não se aproxima de uma mulher durante o tempo da sua impureza; não oprime ninguém, restitui o que recebeu em fiança, não comete furtos, distribui pão aos famintos, cobre o nu; não empresta com usura e não recebe juros, afasta a mão do mal, e julga entre os homens segundo a verdade; se segue as minhas leis e observa os meus preceitos, tal homem é verdadeiramente justo e viverá» - oráculo do Senhor Deus. «Mas, se ele gera um filho violento e sanguinário e que faz alguma destas coisas que o pai não fazia; empresta com usura e recebe juros, este, seguramente, não viverá. Depois de ter cometido todos estes crimes abomináveis, deverá morrer e o seu sangue cairá sobre ele.» «Por isso, Eu vos julgarei a cada um segundo a sua maneira de agir, casa de Israel - oráculo do Senhor Deus. Convertei-vos e afastai-vos dos vossos pecados; que não haja mais entre vós ocasião de pecado. Rejeitai todos os pecados que cometestes contra mim e criai um coração novo e um espírito novo. Porque quereis morrer, casa de Israel? Pois Eu não me comprazo com a morte de quem quer que seja - oráculo do Senhor Deus. Convertei-vos e vivei.»


 

Aleluia aleluia, aleluia

Se tu creres verás a glória de Deus
diz o Senhor.

Aleluia aleluia, aleluia

Esta página do profeta mira a despertar na consciência dos israelitas que estavam no exílio, a responsabilidade pessoal seja para com Deus, seja para com os homens. A tristeza da condição que estavam a viver não os deveria levar a uma espécie de resignação, ou pior ainda, de pecado, descarregando nos outros a responsabilidade da situação. Na verdade, o profeta recorda a cada crente que é responsável, em primeira pessoa, pelo próprio comportamento. Certo, também há uma responsabilidade geracional e, portanto, cada geração é chamada a construir um mundo novo conforme o projecto de Deus. Mas, também no contexto da própria geração, cada um é chamado a descobrir a função pessoal que o Senhor lhe atribuiu e, portanto, a responsabilidade de a realizar, obviamente, sempre no contexto do projecto de paz e de salvação para o qual o Senhor nos chama. Já no livro do Deuteronómio, o Senhor tinha admoestado os crentes sobre a responsabilidade da escolha entre o bem e o mal: "Eis que coloco hoje diante de ti a vida e a felicidade, a morte e a desgraça" (Dt 30, 15) realçando que "este mandamento...não é muito difícil, nem está fora do teu alcance" (Dt 30, 11). O profeta declina com exemplos concretos o caminho que o justo deve seguir e o que deve abandonar. É significativo que se evidenciem, também neste texto, os laços entre o culto e a misericórdia. Em nenhuma página bíblica se separam estas duas dimensões. De resto, em todas as páginas das Sagradas Escrituras, aparece evidente os laços entre Deus e os Seus filhos, sobretudo, se fracos, pobres e necessitados. Não é pois óbvio para os crentes, um comportamento conforme a vontade do Senhor. Antes pelo contrário, é fácil afastar-se do Senhor e da Sua Palavra. Por isso, o profeta insiste na conversão do crente: "Convertei-vos e abandonai toda a injustiça, e a injustiça nunca mais provocará a vossa ruína. Libertai-vos de todas as injustiças cometidas e formai um coração novo e um espírito novo". São indicações que todos, também nós, devemos acolher com atenção. Um sábio hebreu dizia: "Se queres mudar o mundo, começa por mudar o teu coração". É de corações novos que nascerá um mundo novo.


13/08/2016
Oração da vigília


Calendário da semana
NOV
27
Domingo, 27 de Novembro
Liturgia dominical
NOV
28
Segunda-feira, 28 de Novembro
Oração pelos pobres
NOV
29
Terça-feira, 29 de Novembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
NOV
30
Quarta-feira, 30 de Novembro
Oração dos Apóstolos
DEZ
1
Quinta-feira, 1 de Dezembro
Oração pela Igreja
DEZ
2
Sexta-feira, 2 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
3
Sábado, 3 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical