Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

change language
você está em: home - oraÇÃo - a oração cada dia newsletterlink

Support the Community

  

A oração cada dia


 
versão para impressão

Ícone do Rosto do Senhor
Igreja de Santo Egídio
Roma

Memória da dedicação da catedral de Roma, a Basílica dos Santos João Baptista e Evangelista em Latrão. Oração pela Igreja de Roma. Recordação da "Noite dos cristais", início da perseguição nazista contra os hebreus.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sois uma geração escolhida
um sacerdócio real, uma nação santa,
povo resgatado por Deus
para proclamar as suas maravilhas.

Aleluia aleluia, aleluia

Tito 3,1-7

Recorda-lhes que sejam submissos e obedientes aos governantes e autoridades, que estejam prontos para qualquer boa obra, que não digam mal de ninguém, nem sejam conflituosos, mas sejam afáveis, mostrando sempre amabilidade para com todos os homens. Pois também nós éramos outrora insensatos, rebeldes, extraviados, escravos de toda a espécie de paixões e prazeres, vivendo na maldade e na inveja, odiados e odiando-nos uns aos outros. Mas, quando se manifestou a bondade de Deus, nosso Salvador, e o seu amor para com os homens, Ele salvou-nos, não em virtude de obras de justiça que tivéssemos praticado, mas da sua misericórdia, mediante um novo nascimento e renovação do Espírito Santo, que Ele derramou abundantemente sobre nós por Jesus Cristo, nosso Salvador, a fim de que, justificados pela sua graça, nos tornemos, segundo a nossa esperança, herdeiros da vida eterna.

 

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sereis santos,
porque Eu sou santo, diz o Senhor.

Aleluia aleluia, aleluia

Tito deve recordar aos cristãos que eles devem obediência e submissão às autoridades, ainda que pagãs, sabendo que – Paulo escreve-o claramente na Carta aos Romanos – qualquer autoridade provém de Deus. Segue, depois, a exortação aos cristãos para terem uma paciência indulgente perante as acusas e as calúnias, o desprezo e ressentimentos que suportavam da parte dos pagãos. Paulo pede-lhe para exortar os seus fiéis para estarem "prontos para toda a obra boa e não devem difamar ninguém, nem meter-se em brigas, mas antes ser pacíficos e atenciosos no trato com todos". São palavras que todos os cristãos deveriam guardar no coração. Também porque, há bem pouco tempo, os cristãos se comportavam como os pagãos de maneira "insensata", isto é, sem nenhuma orientação e escravos do pecado. Nunca nos deveremos esquecer da condição de pecado em que vivíamos e da qual fomos libertados por graça, isto é, quando "se manifestou a bondade e o amor de Deus nosso Salvador e o Seu amor pelos homens e que nos salvou, não por causa dos actos justos que tivéssemos praticado, mas porque fomos lavados pela Sua misericórdia" (vv. 4-5). Se o crente acolhe com fé o amor de Deus e se entrega a Jesus, salva-se da perdição com "a ablução de regeneração". O cristão "nasceu de Deus" (cfr. Jo l, 12 s.). Dessa "ablução de regeneração" brota o "renovamento feito pelo Espírito Santo, derramado no nosso coração por Jesus Cristo, nosso Salvador". Ser regenerados significa que Deus produz uma transformação radical na vida do crente. Disso, somos devedores ao amor de Deus. Daqui a admoestação que o apóstolo já tinha dirigido aos cristãos de Corinto: "Em que és mais do que os outros? O que é que possuis que não tenhas recebido?" (1Cor4, 7). Com a regeneração à nova vida recebemos uma outra grande dádiva: a herança da "vida eterna". Aos Gálatas, o apóstolo escreve: com a "ablução de regeneração e renovação actuado pelo Espírito Santo", obtivemos a "adopção de filhos... e Deus enviou aos nossos corações o Espírito do seu Filho, que clama: Abbà, Pai!... E se és filho, és também herdeiro por vontade de Deus" (Gl 4, 5-7).


09/11/2016
Oração com os santos


Calendário da semana
NOV
27
Domingo, 27 de Novembro
Liturgia dominical
NOV
28
Segunda-feira, 28 de Novembro
Oração pelos pobres
NOV
29
Terça-feira, 29 de Novembro
Oração com Maria, Mãe do Senhor
NOV
30
Quarta-feira, 30 de Novembro
Oração dos Apóstolos
DEZ
1
Quinta-feira, 1 de Dezembro
Oração pela Igreja
DEZ
2
Sexta-feira, 2 de Dezembro
Oração da Santa Cruz
DEZ
3
Sábado, 3 de Dezembro
Oração da vigília
DEZ
4
Domingo, 4 de Dezembro
Liturgia dominical