news

Solidariedade euro-africana contra a pandemia: nos laboratórios DREAM de Sant'Egidio no Malawi, testes para o diagnóstico do COVID-19

8 Maio 2020 - MALAWI

AfricaCovid-19
Dream

Compartilhe Em

O laboratório do centro DREAM em Balaka, uma zona rural no centro do Malawi, é há alguns dias um dos 7 centros do país para receber amostras e realizar testes para o diagnóstico do COVID-19, e estará ao serviço de toda a região sudeste do país, como anunciou o Ministro da Saúde Jappie Mhango numa conferência de imprensa em Lilongwe.

É um resultado tornado possível pelo investimento em recursos humanos, formação e instalações feito nos últimos 15 anos, que numa zona tão pobre e rural, equipamento e instrumentos de laboratório tão sofisticados podem funcionar.

A intuição do programa DREAM da Comunidade de Sant'Egidio foi compreender que o desafio da luta contra a SIDA poderia transformar-se numa oportunidade para reorganizar e fazer crescer os frágeis sistemas de saúde dos países africanos, a partir da adopção das melhores tecnologias e protocolos disponíveis, para um padrão de cuidados ao mesmo nível que os países ocidentais.

Ao longo dos anos, o DREAM investiu fortemente em infra-estruturas: o programa iniciou as suas actividades no Malawi em 2005 e criou imediatamente 3 laboratórios de biologia molecular para o diagnóstico e monitorização do tratamento do IHV-SIDA.
O investimento na formação do pessoal local e do know-how permitiu, desde a origem da emergência COVID-19, constituir uma vanguarda na prevenção da propagação do vírus. Para o pessoal especializado já em serviço, bastou organizar um curto curso de formação de uma semana e organizar o fornecimento de reagentes e materiais.

Já desde Março de 2020, muito antes do diagnóstico do primeiro caso de COVID-19 no Malawi, os centros DREAM do país adoptaram todo o equipamento de protecção individual necessário para o pessoal; informados através da educação sanitária; material informativo impresso para todos os que tinham acesso aos centros; criaram uma triagem à entrada dos centros para identificar casos suspeitos. Foram criados percursos especiais para os doentes, a fim de evitar o contágio que, como os países ocidentais demonstraram, se propagou principalmente nas instalações e residências de cuidados de saúde para os idosos.
Em Abril, foi diagnosticado o primeiro caso de COVID-19 no Malawi e até à data, registaram-se 41 casos e 3 mortes devido à nova pandemia. Há muito receio sobre o que poderá acontecer nas próximas semanas. O estudo epidemiológico das curvas de propagação do contágio, faz-nos temer um pico de infecções nos próximos meses, coincidindo com o Inverno no hemisfério sul.

A solidariedade euro-africana, que trouxe resultados e dignidade no tratamento do HIV-SIDA, é agora a forma de combater a pandemia, que mostrou como todos os povos estão ligados uns aos outros e o quanto é necessária uma circulação de competências e tecnologias.

Para aprofundar

Intervir com urgência em África. Conferência de imprensa de Sant'Egidio com propostas para a prevenção nos países africanos

O Programa DREAM 2.0



Solidariedade euro-africana contra a pandemia: nos laboratórios DREAM de Sant'Egidio no Malawi, testes para o diagnóstico do COVID-19
Solidariedade euro-africana contra a pandemia: nos laboratórios DREAM de Sant'Egidio no Malawi, testes para o diagnóstico do COVID-19
Solidariedade euro-africana contra a pandemia: nos laboratórios DREAM de Sant'Egidio no Malawi, testes para o diagnóstico do COVID-19