news

Acordo de Sede entre Sant'Egidio e a República do Togo, para o reconhecimento das actividades da Comunidade no País

19 Janeiro 2016 - LOMÉ, TOGO

PeaceAfricaTogo

Compartilhe Em

Segunda-feira 18 de Janeiro, foi assinado em Lomé um Acordo de Sede entre a Comunidade de Sant'Egidio e a República do Togo. Na presença do ministro dos Negócios Estrangeiros do Togo, Robert Dussey, na cerimônia que se seguiu à assinatura do texto do acordo foram mencionados os traços mais importantes que ligam a Comunidade a este País do Oeste Africano.

Uma amizade que remonta ao início dos anos 2000 e hoje vê presente Sant'Egidio não somente em Lome, mas em muitas outras cidades do Togo. Seu valor é expresso pelo laço que tem já desde muito tempo com os pobres, as crianças de rua na capital e em Kara, o centro mais importante do Norte, com as numerosas Escolas da Paz. Também falou-se sobre o estado de isolamento experimentado por muitos idosos, uma vez reverenciados nas sociedades africanas, e agora cada vez mais marginalizados e vítimas do preconceito.

Foi sublinhada por ambas as partes a importância do compromisso com a paz realizadas pela Comunidade em África - que envolveu diretamente no passado também o Togo - e, em particular, a necessidade de defendê-la na África Ocidental, após os ataques terroristas há poucos dias, em Ouagadougou, em Burkina Faso.

A coabitação e o diálogo, enraizados como valores em toda a região, devem ser apoiados - diz-se - com iniciativas que envolvam diferentes religiões, instituições e culturas presentes. Por fim foram também lembradas algumas campanhas que veem a comunidade em primeiro plano como a para a abolição da pena de morte: o anúncio da abolição da pena de morte no Togo foi anunciada pelo então guarda-selos deste País, em Maio de 2009, precisamente durante uma conferência de Ministros da Justiça africanos, organizada por Sant’Egidio.