news

De Lesbos 3 famílias de refugiados sírios hóspedes do Papa. Em Sant'Egidio o primeiro acolhimento

16 Abril 2016

SyriaPope FrancisrefugeesRefugees

Compartilhe Em

No caminho de volta da visita na ilha de Lesbos, o Papa Francisco trouxe consigo três famílias de sírios em fuga da guerra, que serão hospedadas por ele no Vaticano. São 12 pessoas - metade delas crianças - que vieram das cidades bombardeadas, perderam tudo e estão num estado de grande vulnerabilidade. A Comunidade de Sant'Egidio, feliz e honrada de poder oferecer o primeiro acolhimento aos hospedes do papa, à vontade ofereceu sua cooperação.
 
"O Papa - disse o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi - quis fazer um gesto de hospitalidade para com os refugiados acompanhando a Roma com o seu próprio avião três famílias de refugiados da Síria, 12 pessoas no total, incluindo 6 crianças.

Estas são pessoas que já se encontravam nos campos de Lesbos antes do acordo entre a União Europeia e a Turquia. A iniciativa do Papa realizou-se através de uma negociação da Secretaria de Estado com as autoridades gregas e italianas.
 
Todos os membros das três famílias são muçulmanos. Duas famílias vindas de Damasco, uma de Deir Azzor, na área ocupada pelo Daesh. As suas casas foram bombardeadas. A hospedagem e o sustento das três famílias serão suportados pelo Vaticano. A hospitalidade inicial será garantida pela Comunidade de Sant’Egidio”.

 

 

A chegada das famílias em  Roma