news

Sant'Egidio e Moçambique, a história de uma paz - e de uma amizade - que hoje completa 24 anos

4 Outubro 2016

PeaceAfricaMozambique

Das negociações até o fim da guerra civil, o programa para o tratamento da SIDA, registo civil, o contraste com a desnutrição. Hoje, ao lado da "geração da paz" ....

Compartilhe Em

 Já se passaram 24 anos desde aquele 4 de Outubro de 1992, festa de Sãn Francisco. Naquele dia, em Roma, foi assinado um Acordo Geral de Paz que pôs fim à guerra civil que tinha gerado tanto sofrimento em Moçambique. Uma paz que nasceu num pequeno convento no centro de Roma, onde uma comunidade cristã, ainda muito jovem, se reunia para rezar: Sant'Egidio.


Através do amor aos pobres,  aprendido pelo Evangelho e pelo exemplo de São Francisco, a Comunidade de Sant'Egidio aprendera que a guerra é a mãe de todas as pobrezas. E tomou conta daquele pobre país devastado pela guerra.

Hoje,  esta paz completa vinte e quatro anos de idade. Recordamos com as palavras de Angelo Romano ", de como em 1992 o país era um dos países mais pobres do mundo, ou melhor, por um longo tempo foi o país mais pobre do mundo. Em Moçambique não se podia viajar porque todas as pontes sobre o rio Zambeze foram explodidos durante a guerra. Hoje, Moçambique, embora esteja a passar por um momento difícil e viva uma crise política e militar, por muitos anos foi um dos países com maior crescimento económico no mundo, considerado de certa forma como um modelo. Tiveram lugar eleições, mudaram dois presidentes. Foram descobertos importantes recursos económicos. em suma, o país mudou completamente. Especialmente a população mudou, porque mais da metade da população nasceu depois de 1992. Existe então uma "geração da paz", atualmente a maioria dos moçambicanos, que nunca conheceu a guerra e não quer conhecê-la"

Sant'Egidio manteve-se próxima do povo moçambicano: lançou um grande programa de combate à SIDA, uma campagna para o registro civil das crianças "invisíveis".

Para este processo de paz extraordinário, o artista Stefano Di Stasio dedicou uma grande pintura, guardada na Sala da Paz de Sant'Egidio, inspirada à passagem de Isaías 11, 6: "o lobo habitará com o cordeiro, e o leopardo deitar-se-á ao lado do cabrito; o novilho e o leão comerão juntos ... ". São retratados, abraçados, os protagonistas do processo de negociação, em frente da igreja de Sant'Egidio enquanto a pomba da paz está a voar nas nuvens africanas. Em baixo, o leão e o cordeiro vivem juntos enquanto a Paz queima para sempre as armas.  

Quadro di Stefano Di Stasio sulla pace in Mozambico - Sala della pace, Comunità di Sant'Egidio
Di Stasio - Paz em Moçambique (Sala da Paz - Sant'Egidio)