news

Passos de paz em Casamança: o governo do Senegal liberta dois prisioneiros

1 Janeiro 2018

Casamance
PeaceSenegal

Compartilhe Em

Esta manhã foram libertados perto de Bignona (Senegal) dois membros do MFDC de Salif Sadio, que estavam sob a custódia das forças de segurança do governo senegalês. O anúncio foi feito pela Comunidade de Sant'Egidio, que desde algum tempo realiza uma obra de mediação entre Dakar e o principal movimento político-militar casamansese, em conflito há mais de 30 anos com as autoridades centrais do país.

A libertação, que teve lugar com a colaboração do Comitê Internacional da Cruz Vermelha - que a Comunidade agradece pelo seu inestimável apoio - é em aplicação das "medidas de confiança mútua", um texto assinado no decorrer das últimas negociações de paz que foram realizadas em Sant'Egidio.

Para efeito do mesmo acordo, em 26 de Dezembro do ano passado foi realizada na aldeia de Djiro (Distrito de Sindian-Bignona) um encontro de representantes do MFDC com a população, sobre as questões do processo de paz em curso.

A Comunidade de Sant'Egidio destaca que estes são dois passos importantes no caminho rumo a uma paz duradoura na região da Casamança-Senegal, e renova o seu compromisso com o diálogo entre as partes em conflito.

Ziguinchor, 1 de Janeiro de 2018