news

Sant'Egidio em Uvira, no Congo, ao lado das vítimas da tremenda inundação: 80.000 pessoas sem casa

21 Abril 2020 - UVIRA, REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DO CONGO

Emergencycoronavirus

Compartilhe Em

Na noite entre 16 e 17 de abril, violentas chuvas torrenciais atingiram a cidade de Uvira, na província do sul do Kivu. O rio Mulongwe transbordou, arrastando muitas casas para longe. O cálculo das vítimas, ainda provisório, fala de trinta mortes, incluindo dois idosos da Comunidade, Angelique, de 86 anos, e Christophe, de 75 anos, e duas crianças da Escola de Paz, André, de 8 anos e Guelord, de 11 anos.

Até o momento, estima-se que 80.000 pessoas ficaram desabrigadas. Marie Claire, responsável da Comunidade, escreve: "tantas pessoas perderam as suas casas e todos os bens que tinham, a Comunidade é para todos uma esperança para continuar a viver, para pedir conselhos e entender o que está a acontecer".

Com a Comunidade, prestamos assistência às pessoas do bairro e abrimos as portas da sede e da casa da família para acomodar algumas pessoas idosas que ficaram sem abrigo. As chuvas destruíram a ponte que ligava a cidade à estrada principal que permitia o trânsito para o Burundi. Essa situação agrava ainda mais o isolamento devido à emergência do Coronavírus. A Comunidade enviou uma ajuda para poder comprar ajuda básica, como tendas, roupas e esteiras, e alimentos, para abrigar e apoiar as pessoas deslocadas.

CONTINUEMOS A AJUDAR OS QUE SOFREM NESTE TEMPO DE PANDEMIA

SE QUISER JUNTAR-SE A NÓS

DOE ONLINE

CONTACTE-NOS



Sant'Egidio em Uvira, no Congo, ao lado das vítimas da tremenda inundação: 80.000 pessoas sem casa
Sant'Egidio em Uvira, no Congo, ao lado das vítimas da tremenda inundação: 80.000 pessoas sem casa
Sant'Egidio em Uvira, no Congo, ao lado das vítimas da tremenda inundação: 80.000 pessoas sem casa
Sant'Egidio em Uvira, no Congo, ao lado das vítimas da tremenda inundação: 80.000 pessoas sem casa
Sant'Egidio em Uvira, no Congo, ao lado das vítimas da tremenda inundação: 80.000 pessoas sem casa