news

Com vista à reabertura, a "Escola da Paz" do campo de refugiados de Nyumanzi, em Uganda, aprende-se a prevenir o coronavírus

3 Junho 2020 - ADJUMANI, UGANDA

refugeescoronavirus
UgandaSchool of PeaceSouth Sudan

Começou também a produção de máscaras

Compartilhe Em

As aulas na “Escola da Paz” no campo de refugiados de Nyumanzi foram interrompidas no passado dia 20 de Março com o encerramento de todas as escolas do Uganda devido à pandemia. As autoridades ugandesas estão agora a decidir uma reabertura parcial das escolas. Os primeiros a regressar às aulas serão os alunos da “Primary 7” , que terão de fazer o exame final este ano.

Com a perspectiva da reabertura, a Comunidade de Sant'Egidio organizou uma visita especial ao campo de refugiados de Nyumanzi para trazer a sua experiência na prevenção e luta contra a pandemia do coronavírus em África, aproveitando a experiência dos seus centros Dream para o tratamento de doentes com SIDA e tuberculose.

Um ciclo de aulas sobre os protocolos nacionais e as indicações de Sant'Egidio foi oferecido aos professores e responsáveis para ser transmitido aos alunos quando a escola reabrir, alargado também aos responsáveis do campo de refugiados. Além disso, a produção de máscaras foi iniciada utilizando as máquinas de costura já adquiridas pela Escola para um curso de costura reservado aos adultos.

Nestes dias, então, começaram os trabalhos de construção de novas casas de banho e lavabos para aumentar a higiene dos alunos e professores da escola. Os trabalhos serão realizados também graças ao apoio da Agência Italiana de Cooperação e Desenvolvimento (AICS) e da Conferência Episcopal Italiana (CEI), que apoiam as actividades de prevenção contra o coronavírus, para além da actividade didáctica anual. Entre as iniciativas previstas está também a possibilidade de aumentar a disponibilidade de água corrente graças a um tanque que armazenará a água produzida a partir do poço existente e a uma bomba movida a energia solar.

A visita foi uma oportunidade para mostrar aos muitos refugiados do Sudão do Sul, que vivem no campo de refugiados de Nyumanzi, que a educação é uma prioridade para Sant'Egidio e que a "Escola da Paz" é um lugar onde as crianças e os jovens têm as mesmas oportunidades que os seus pares de outras partes do mundo. Os adultos da aldeia, que rodeia a Escola, por seu lado, confirmaram todo o seu apoio à continuação do projecto educativo e de paz empreendido.
 



Com vista à reabertura, a
Com vista à reabertura, a
Com vista à reabertura, a