news

Comida para todos: um compromisso global de Sant'Egidio, uma ajuda que precisa de ti

15 Setembro 2020

coronavirusFood for everyone
HomelessCovid-19

Refeitórios dos pobres, jantares itinerantes, distribuições: a gratuidade da amizade

Compartilhe Em

Globalmente, os casos de coronavírus continuam a aumentar: 307.930 nas últimas 24 horas (fonte: Oms, 14 de Setembro de 2020).
O aumento é visto com preocupação em países que passaram por uma fase inicial aguda de contágio; noutros, a emergência envolve lockdowns e medidas mais rigorosas do que as já tomadas globalmente para conter a pandemia.

A fome e a pobreza, agravadas pela Covid-19, afectam as periferias urbanas e as zonas rurais, tanto nos países mais prósperos como nos mais pobres, ameaçados pela guerra e pela violência. Há falta de comida nas aldeias, nas prisões e nos campos de refugiados.

A ajuda de Sant'Egidio é comida para todos. Em cada latitude, como mostram as fotos que se seguem, refeitórios dos pobres e centros doam refeições e compras solidárias, também através de distribuições capilares, expressão de "solidariedade ao lado". Os jantares itinerantes trazem refeições para aqueles que vivem na rua. A ajuda humanitária torna-se comida e máscaras nos cantos do mundo onde a necessidade é maior. As imagens relatam um compromisso que começou nos primeiros dias da emergência e continuou sem parar.

Dar comida é um compromisso global da Comunidade de Sant'Egidio que está ligado ao coração das suas actividades: partilhar o pão e alimentar o mundo com a solidariedade, graças ao compromisso voluntário e livre de muitos, para reduzir as desigualdades e criar condições de paz.



I pacchi alimentari alla mensa della Comunità a Roma



La preparazione dei pasti a Novara



Le cene itineranti per le persone senza dimora a Genova



Il centro della Comunità a Barcellona
nella sua attività estiva


Pasti per strada a Varsavia
dove la Comunità aggiorna la sua "mappa della solidarietà" per raggiungere gli invisibili


In
Colombia, l'aiuto ai migranti, ai senzatetto e alle famiglie con lavori precari


A Lima in Perù, uno dei paesi dell'America Latina più colpiti dalla pandemia



Haiti
, paese devastato dal terremoto del 2010, cerca ora le forze per rispondere alla crisi causata dal Covid-19


Nel Nord del Mozambico, colpito dal terrorismo, al fianco di chi ha perso la terra da coltivare o la casa che è andata bruciata 


Nei campi per sfollati interni della Nigeria



Hong Kong, preparazione dei pasti per la distribuzione serale



In Indonesia, per i poveri di Jakarta