news

O "nobre trabalho de Sant'Egidio" em prol da África e da paz no centro do encontro com o Secretário de Estado norte-americano Mike Pompeo em visita à Comunidade

1 Outubro 2020 - ROMA, ITÁLIA

Peace
Sant'EgidioUnited States

Compartilhe Em

"O trabalho de Sant'Egidio é nobre porque chega onde a política não pode ir e realiza o que a política não pode realizar". Isto foi dito pelo Secretário de Estado norte-americano Mike Pompeo no final da sua visita ao centro da Comunidade em Trastevere, onde se encontrou, juntamente com Andrea Riccardi e Marco Impagliazzo, com os responsáveis das várias áreas de trabalho de Sant'Egidio no mundo.

"É uma honra para mim estar nesta casa de paz, onde se faz um trabalho extraordinário para os mais necessitados em todo o mundo", disse ele na sua saudação inicial no jardim de Sant'Egidio, respondendo às palavras de boas-vindas do Presidente Impagliazzo.

Mais tarde, numa conversa bilateral com alguns responsáveis da Comunidade, foram abordadas várias questões. Dois das mais importantes, ilustradas no final da visita por Marco Impagliazzo: "a defesa da liberdade religiosa, tanto das minorias cristãs na Síria e em outros países, como a dos muçulmanos Rohingya que tiveram de fugir da Birmânia para o Bangladesh". Um tema intimamente ligado ao compromisso inter-religioso de Sant'Egidio.

"O segundo foco do encontro - continuou o Presidente da Comunidade - foi a África e em particular algumas acções de paz em que Sant'Egidio está empenhada, começando pelo Sudão do Sul - onde foi fssinado um cessar-fogo aqui em Sant'Egidio ntre as diferentes partes, um compromisso que será retomado na próxima semana com todas as delegações. Ainda o Sudão, para o qual se espera que as sanções terminem e em seguida, é claro, a gravíssima situação no norte de Moçambique, onde forças jihadistas estão a operar em destruição, mataram muitas pessoas - incluindo membros da Comunidade de Sant'Egidio - e causaram cerca de 300.000 refugiados. Por esta razão, pedimos aos Estados Unidos para se empenharem politicamente e apoiarem as actividades de estabilização na área que Sant'Egidio realiza através de dois grandes programas: o de cuidados de saúde para o tratamento da SIDA (DREAM) e o de registo de crianças que não são reconhecidas (Bravo!)".

A par destas questões, Sant'Egidio perorou também o caso de quatro cidadãos americanos condenados à morte (um branco, dois afro-americanos e um hispânico) pedindo ao Secretário de Estado para intervir junto do Presidente Trump para um indulto presidencial. Este pedido faz parte do compromisso global com a abolição da pena de morte que a Comunidade tem vindo a promover desde há muitos anos.

Declaração de Marco Impagliazzo no final do encontro VÍDEO