news

Paz: para o Dia 1 de Janeiro, evento em streaming através do mundo marcado por pandemia e guerras ainda em curso, às 11.05 horas (hora da Itália)

29 Dezembro 2020

Peace in All Lands

Compartilhe Em

Das 11.05 horas (da Itália) do dia 1 de Janeiro, em streaming, testemunhos de diferentes países, tais como Moçambique, Líbano, Síria, Sudão do Sul e República Centro-Africana. Vozes dos corredores humanitários e da ilha grega de Lesbos - No final, uma coligação com o Angelus do Papa Francisco

Embora o lockdown imposto pela pandemia não permita este ano a tradicional marcha para a Praça de São Pedro, no Dia Mundial da Paz, a Comunidade de Sant'Egidio não renuncia a iniciar o novo ano juntamente com aqueles que trabalham por um mundo mais justo e humano, livre de guerras, terrorismo e de todas as formas de violência.

É por isso que o dia 1 de Janeiro convida a participar - a partir das 11:05 horas (da Itália), em streaming em www.santegidio.org - a "Paz em Todas as Terras 2021", um "evento virtual" que passará por diferentes áreas do mundo, para terminar em coligação com o Angelus do Papa.

Respondendo ao tema que Francisco escolheu para o Dia, "A cultura do cuidado como percurso de a paz", após uma introdução do presidente da Comunidade, Marco Impagliazzo, durante o evento - que será traduzido em várias línguas e seguido em todos os continentes - serão ouvidas vozes e testemunhos de:
 os centros Dream, para o tratamento da SIDA em África e a prevenção da Covid-19, em particular o de Zimpeto, em Moçambique, visitado há um ano pelo Papa; o Norte do mesmo país, onde os ataques de grupos armados criaram não só muitas vítimas mas também milhares de deslocados; o Líbano, onde a explosão do Verão passado enfraqueceu ainda mais uma nação já em grande sofrimento.
 Falar-se-á também dos corredores humanitários abertos a partir do próprio Líbano (para os refugiados sírios) e da ilha grega de Lesbos, do processo de paz no Sudão do Sul e na República Centro-Africana, onde acabam de se realizar eleições presidenciais e onde o caminho para o desarmamento e o diálogo nacional precisa de ser protegido.
 No final de uma intensa digressão pelas "feridas" do mundo e das esperanças de paz, coligar-nos-emos ao Angelus do Papa Francisco para escutar a sua mensagem.