news

Em Abidjan, a memória de Laurent Barthélemy, a criança marfinense encontrada há um ano em Paris no trem de aterragem de um avião

6 Março 2021 - ABIDJAN, CÔTE D'IVOIRE

AfricaYouth

Compartilhe Em

No sábado, 27 de Fevereiro, na Casa da Comunidade em Abidjan, realizou-se uma celebração em memória de Laurent Barthélémy Guibahi Ani, o adolescente encontrado morto há um ano no aeroporto Charles De Gaulle em Paris, depois de ter viajado da Costa do Marfim no trem de aterragem de um avião da Air France.

Na presença da sua família, de alguns representantes do Estado e de alguns alunos da escola que frequentou, foi feita a lembrança de uma história dramática que comoveu a França e a Costa do Marfim um ano atrás e que não pode ser esquecida. Uma delegação da Comunidade também foi no dia seguinte ao seu túmulo, no cemitério da pequena aldeia onde foi enterrado, onde se realizou outra cerimónia com os habitantes locais.

Há muitos jovens e muito jovens africanos - muitos na Costa do Marfim - que sonham com um futuro melhor na Europa, arriscando as suas vidas em viagens de esperança através do mar e do deserto. A fim de alertar contra os dramas da imigração - em conformidade com as medidas de prevenção anti-Covid - está previsto um ciclo de conferências nas escolas de Abidjan intitulado "Não desperdice a sua vida" para falar sobre o drama da imigração e as alternativas que podem ser vividas, com um compromisso pessoal e civil, para repensar o futuro no seu próprio país.



Em Abidjan, a memória de Laurent Barthélemy, a criança marfinense encontrada há um ano em Paris no trem de aterragem de um avião
Em Abidjan, a memória de Laurent Barthélemy, a criança marfinense encontrada há um ano em Paris no trem de aterragem de um avião
Em Abidjan, a memória de Laurent Barthélemy, a criança marfinense encontrada há um ano em Paris no trem de aterragem de um avião
Em Abidjan, a memória de Laurent Barthélemy, a criança marfinense encontrada há um ano em Paris no trem de aterragem de um avião
Em Abidjan, a memória de Laurent Barthélemy, a criança marfinense encontrada há um ano em Paris no trem de aterragem de um avião