news

Na Cidade do México, a megacidade empobrecida pela Covid, o serviço médico gratuito de Sant'Egidio é um oásis de solidariedade

25 Junho 2021 - CIDADE DO MÉXICO, MÉXICO

Poverty
MexicoCovid-19

Compartilhe Em

Mais de 2.000 visitas médicas e dentárias gratuitas para os sem-abrigo da Cidade do México num ano.

Este é o trabalho realizado pelos médicos da Comunidade de Sant'Egidio, com a ajuda de muitos voluntários que se juntaram ao longo do ano para tratar migrantes, idosos, crianças e mulheres, que se tornaram cada vez mais isolados e empobrecidos pela pandemia.

De facto, segundo dados oficiais, o México tem mais de 52 milhões de pessoas pobres, representando 41,9% da população, e mais de metade dos seus habitantes não têm qualquer forma de protecção social. Como resultado da pandemia, o Conselho Nacional para o Desenvolvimento Social (Coneval) previu um aumento da pobreza: outros 10 milhões de mexicanos estão em risco de cair na pobreza absoluta.

Neste quadro sombrio, o serviço médico de Sant'Egidio é como um oásis na grande cidade, um lugar de esperança para muitos.



Na Cidade do México, a megacidade empobrecida pela Covid, o serviço médico gratuito de Sant'Egidio é um oásis de solidariedade
Na Cidade do México, a megacidade empobrecida pela Covid, o serviço médico gratuito de Sant'Egidio é um oásis de solidariedade
Na Cidade do México, a megacidade empobrecida pela Covid, o serviço médico gratuito de Sant'Egidio é um oásis de solidariedade
Na Cidade do México, a megacidade empobrecida pela Covid, o serviço médico gratuito de Sant'Egidio é um oásis de solidariedade
Na Cidade do México, a megacidade empobrecida pela Covid, o serviço médico gratuito de Sant'Egidio é um oásis de solidariedade