news

O Texas executou a sentença de morte de John Hummel, apesar dos milhares de apelos à clemência

1 Julho 2021 - ESTADOS UNIDOS

Death Penalty
United States

Compartilhe Em

John Hummel, um homem de 45 anos de idade, foi morto na quarta-feira 30 de Junho por injecção letal na penitenciária de Huntsville no Texas. Uma mobilização internacional, inclusive através da campanha "No Death Penalty" da Comunidade de Sant'Egidio, tinha apelado a medidas alternativas à pena capital.

"Arrependo-me verdadeiramenteter  matado", disse Hummel na cama de execução na sua declaração final. "Estou grato por todos os pensamentos e as orações pela minha família nos últimos dias. Eu amo cada um de vós". A história dele

Milhares de assinantes do apelo no website nodeathpenalty.santegidio.org tinham apoiado as razões de misericórdia, na proximidade à dor das vítimas, afirmando que não há justiça sem vida.

Apesar desta extraordinária mobilização internacional, a pena de morte foi executada. A sua execução tinha sido marcada para 17 de Março de 2020, mas um tribunal de recurso adiou-a devido à crise de saúde: foi salientado que teria sido necessária uma enorme mobilização de pessoas, incluindo guardas prisionais, advogados, testemunhas... cuja aglomeração teria incentivado o contágio de Covid-19.

Esta é a segunda execução nos Estados Unidos em 2021 - ambas no Texas - para além das três execuções federais que tiveram lugar sob a administração anterior.