news

Emergência humanitária em Cabo Delgado, Moçambique: Sant'Egidio ao lado das pessoas deslocadas afectadas pelo terrorismo

20 Agosto 2021 - MOÇAMBIQUE

Mozambique
Humanitarian emergencies

Compartilhe Em

Sant’Egidio continua a apoiar as mais de 800.000 pessoas deslocadas no norte de Moçambique, concentradas principalmente em Cabo Delgado, mas também em Nampula, Niassa e outras áreas do país. Só em Pemba, a população ultrapassou o dobro, passando de 200.000 para 415.000 num curto espaço de tempo.

Como parte do plano de distribuição, a Comunidade de Sant'Egidio de Pemba entregou, a 17 de Agosto, kits alimentares a cerca de 350 famílias, principalmente dos distritos de Palma, Mocimboa da Praia e Macomia. Algumas famílias, compostas principalmente por mulheres e crianças, vivem juntas em casas pequenas e precárias, com um número que chega a 50 pessoas. Além disso, as pessoas que são acolhidas por outras famílias na cidade, fora dos campos organizados, escapam frequentemente aos canais de ajuda do Governo ou das Agências Internacionais, tornando as condições dos que as recebem ainda mais difíceis.
De facto, toda a cidade se encontra em dificuldades devido ao súbito aumento da população. Por exemplo, a cidade já não pode fornecer água a todos os seus habitantes, levando a graves problemas de higiene e saneamento, o que torna a já agressiva terceira vaga da Covid-19 mais insidiosa.
A distribuição de alimentos torna-se também numa oportunidade para entrar em diálogo e fazer amizade com aqueles que vêm para receber ajuda alimentar. Eles querem falar e contam histórias dramáticas. Por exemplo, Ana, de 17 anos (os nomes são fictícios) e a sua irmã Luisa, de 14 anos, escaparam à noite da aldeia de Bilibiza: "Chegámos a Metuge", diz Ana, "após quatro dias a pé, comendo mandioca e outras plantas da floresta que eu nunca tinha comido antes". A minha mãe e o meu pai foram raptados pelos terroristas, talvez tenham sido mortos, não sabemos, não tivemos notícias. Agora estamos em Pemba e temos medo de voltar para a nossa aldeia".

Ou Omar que fugiu de Palma. Era um empregado de mesa no Hotel Amarula, tristemente famoso porque alguns dos seus hóspedes foram mortos ao tentarem fugir durante o ataque. "Foi apenas após algumas semanas", diz ele, "que consegui encontrar os meus quatro filhos, de 6, 8, 9 e 11 anos, que tinham fugido sozinhos para a fronteira da Tanzânia e depois, juntos, chegamos a Pemba de barco. A sua esposa, que estava desaparecida noutro lugar, juntou-se-lhes mais tarde.

Fatima veio receber a ajuda com a sua filha de 8 meses. Tendo escapado ao ataque em Mocimboa da Praia, ela e a sua família refugiaram-se em Palma, onde durante o ataque de Março deste ano o seu marido e três filhos de 16, 10 e 4 anos foram raptados pelos terroristas e ela nunca mais teve notícias. Chegou a Pemba após vários dias de navegação em pequenos barcos.

Há muitas histórias dramáticas daqueles que viram as suas famílias serem mortas ou raptadas.

Nos últimos dias, vimos realmente como "não há ninguém tão pobre que não possa ajudar outro": famílias pobres que acolhem deslocados, os jovens da Comunidade de Sant'Egidio nas aldeias que se mobilizaram para cortar a madeira e o bambu necessários para construir cabanas para acomodar deslocados e que trazem consolo e esperança com as suas visitas. Durante as distribuições, foram também oferecidas as máscaras que chegaram a Pemba com o avião da Cooperação Italiana. As fotografias mostram crianças deslocadas de uma escola em Mapupulo (Montepuez) a usar alegremente as suas novas máscaras. As distribuições também continuam em Nampula e Niassa.

APOIE A NOSSA MISSÃO EM MOÇAMBIQUE AO LADO DAS PESSOAS DESLOCADAS (CLIQUE AQUI E DEPOIS PERSONALIZE A SUA DOAÇÃO) >>


 


 



Emergência humanitária em Cabo Delgado, Moçambique: Sant'Egidio ao lado das pessoas deslocadas afectadas pelo terrorismo
Emergência humanitária em Cabo Delgado, Moçambique: Sant'Egidio ao lado das pessoas deslocadas afectadas pelo terrorismo
Emergência humanitária em Cabo Delgado, Moçambique: Sant'Egidio ao lado das pessoas deslocadas afectadas pelo terrorismo
Emergência humanitária em Cabo Delgado, Moçambique: Sant'Egidio ao lado das pessoas deslocadas afectadas pelo terrorismo
Emergência humanitária em Cabo Delgado, Moçambique: Sant'Egidio ao lado das pessoas deslocadas afectadas pelo terrorismo
Emergência humanitária em Cabo Delgado, Moçambique: Sant'Egidio ao lado das pessoas deslocadas afectadas pelo terrorismo
Emergência humanitária em Cabo Delgado, Moçambique: Sant'Egidio ao lado das pessoas deslocadas afectadas pelo terrorismo