news

Partindo para a Grécia e Chipre, o Papa Francisco saúda um grupo de migrantes acolhidos pela Comunidade. Alguns chegaram a Itália vindos de Lesbos no voo papal

2 Dezembro 2021 - CIDADE DO VATICANO, CIDADE DO VATICANO

Pope Francishumanitarian corridor

Compartilhe Em

Esta manhã, antes de deixar a Casa Santa Marta na sua viagem apostólica a Chipre e Grécia, o Papa Francisco saudou 12 refugiados acompanhados pelo Cardeal Konrad Krajewski, Esmoler de Sua Santidade. Os migrantes, agora residentes em Itália, vêm da Síria, Congo, Somália e Afeganistão. Passaram pelo campo de Lesbos nos últimos anos e foram acolhidos pela Comunidade de Sant'Egidio aquando da sua chegada. Entre eles, alguns tinham vindo com o Papa no avião papal em 2016.

Entre eles incluíam-se Qutaiba, um engenheiro petrolífero que veio com o Papa Francisco de Lesbos em 2016, a que se juntaram mais tarde a sua esposa e o seu jovem filho da Síria; Noor Bibi e o seu marido do Afeganistão; Chantel, uma congolesa com os seus três filhos do campo de refugiados de Lesbos; e uma família somali com uma mãe numa cadeira de rodas e os seus três filhos que foram transportados no barco da Turquia também para a ilha de Lesbos.



Partindo para a Grécia e Chipre, o Papa Francisco saúda um grupo de migrantes acolhidos pela Comunidade. Alguns chegaram a Itália vindos de Lesbos no voo papal
Partindo para a Grécia e Chipre, o Papa Francisco saúda um grupo de migrantes acolhidos pela Comunidade. Alguns chegaram a Itália vindos de Lesbos no voo papal
Partindo para a Grécia e Chipre, o Papa Francisco saúda um grupo de migrantes acolhidos pela Comunidade. Alguns chegaram a Itália vindos de Lesbos no voo papal