Oração dos Apóstolos

Compartilhe Em

Festa do apóstolo Bartolomeu de Caná da Galileia. O seu corpo encontra-se na igreja de S. Bartolomeu na ilha, em Roma, que se tornou lugar memorial dos "Novos Mártires". Recordação de Jerry Essan Masslo sul-africano, refugiado na Itália hóspede da Comunidade de Santo Egídio: foi morto por bandidos em 1989. Com ele, recordamos todos os refugiados.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Se morrermos com Ele, com Ele viveremos;
se perseverarmos com Ele, com Ele reinaremos.

Aleluia aleluia, aleluia

São João 1,45-51

Filipe encontrou Natanael e disse-lhe: «Encontrámos aquele sobre quem escreveram Moisés, na Lei, e os Profetas: Jesus, filho de José de Nazaré.» Então disse-lhe Natanael: «De Nazaré pode vir alguma coisa boa?» Filipe respondeu-lhe: «Vem e verás!» Jesus viu Natanael, que vinha ao seu encontro, e disse dele: «Aí vem um verdadeiro israelita, em quem não há fingimento.» Disse-lhe Natanael: «Donde me conheces?» Respondeu-lhe Jesus: «Antes de Filipe te chamar, Eu vi-te quando estavas debaixo da figueira!» Respondeu Natanael: «Rabi, Tu és o Filho de Deus! Tu és o Rei de Israel!» Retorquiu-lhe Jesus: «Tu crês por Eu te ter dito: ‘Vi-te debaixo da figueira’? Hás-de ver coisas maiores do que estas!» E acrescentou: «Em verdade, em verdade vos digo: vereis o Céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo por meio do Filho do Homem.»

 

Aleluia aleluia, aleluia

Se morrermos com Ele, com Ele viveremos;
se perseverarmos com Ele, com Ele reinaremos.

Aleluia aleluia, aleluia

Celebramos, hoje, a festa do apóstolo Bartolomeu, cujos restos mortais estão guardados em Roma, na igreja a ele dedicada na Ilha Tiberina, e que se tornou no Memorial dos Novos Mártires dos séculos XX e XXI e confiada à Comunidade de Santo Egídio. Aqui, a memória do apóstolo é cultivada juntamente com a memória de muitas testemunhas da fé que, em toda a parte do mundo, continuam a dar a própria vida em prol do Evangelho. A tradição reza que Bartolomeu levou o Evangelho até à Arménia, atravessando as terras da Síria e do actual Iraque, ainda hoje marcadas pelo sofrimento de muitos cristãos perseguidos por causa da própria fé. Compreendemos, então, as palavras que Jesus dirigiu a Bartolomeu (que a tradição identifica com Natanael deste primeiro capítulo de João): "Verás coisas maiores do que estas!". Há sempre um amor maior que o Senhor nos ensina e nos mostra, sendo Ele o primeiro a oferecer a Sua própria vida; e nós somos testemunhas deste amor. É um testemunho que se transmite de coração em coração. Filipe diz a Natanael que encontrou "Aquele de quem Moisés escreveu na Lei e também os profetas: é Jesus de Nazaré, filho de José". Natanael manifestou-lhe um preconceito bastante forte: "De Nazaré pode sair coisa boa?".
É um preconceito natural contra tudo o que vem de fora, que não fala de mim, que não coloca o meu "eu" no centro de tudo. Com efeito, também nós vivemos, muitas vezes, certos preconceitos, preferimos permanecer agarrados às nossas visões da vida, aos nossos conhecimentos e, muito dificilmente, abrimo-nos à visão e ao projecto maior de Deus. Quando Jesus vê Natanael aproximar-se, exclama: "Eis um Israelita verdadeiro sem falsidade". Natanael-Bartolomeu sente-se tocado no coração, sente-se amado e compreendido por estas palavras e reconhece Jesus como o Senhor da vida e da história. Esta confissão levá-lo-á a segui-l'O ao longo da sua vida. Quando escutamos a Palavra e nos entregamos a Ela, tornamo-nos testemunhas de uma vida maior e parte daquela visão de um Céu aberto sobre a Terra de onde os anjos sobem e descem para acompanhar os homens.