Oração com Maria, Mãe do Senhor

Compartilhe Em


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

O Espírito Santo virá sobre ti
Aquele que nascer de ti será santo.

Aleluia aleluia, aleluia

São Lucas 21, 5-11

Como alguns falassem do templo, dizendo que estava adornado de belas pedras e de ofertas votivas, respondeu: «Virá o dia em que, de tudo isto que estais a contemplar, não ficará pedra sobre pedra. Tudo será destruído.» Perguntaram-lhe, então: «Mestre, quando sucederá isso? E qual será o sinal de que estas coisas estão para acontecer?» Ele respondeu: «Tende cuidado em não vos deixardes enganar, pois muitos virão em meu nome, dizendo: ‘Sou eu'; e ainda: ‘O tempo está próximo.' Não os sigais. Quando ouvirdes falar de guerras e revoltas, não vos alarmeis; é necessário que estas coisas sucedam primeiro, mas não será logo o fim.» Disse-lhes depois: «Há-de erguer-se povo contra povo e reino contra reino. Haverá grandes terramotos e, em vários lugares, fomes e epidemias; haverá fenómenos apavorantes e grandes sinais no céu.»

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eis, Senhor, os vossos servos:
Faça-se em nós segundo a vossa palavra

Aleluia aleluia, aleluia

O tempo oportuno para acreditar no Evangelho já chegou, e é este, aqui e agora. A decisão de seguir Jesus não deve ser adiada: ou é agora ou corremos o risco de a adiar para sempre. A garantia do futuro e da salvação não está na magnífica construção do Templo, não está nas nossas construções humanas, fossem elas também religiosas, mas apenas na plena confiança n'Ele, precisamente, na escolha de O seguir: esta é a fé. Infelizmente, muitas vezes, equivocamo-nos sobre o facto que a fé consista na adesão a verdades abstractas. É bem mais simples mais envolvente: acreditar significa apaixonar-se por Jesus. Esta fé, cheia de amor e de envolvimento pessoal, é a verdadeira pedra angular sobre a qual podemos edificar o presente e o futuro da nossa vida. E também a da sociedade em que vivemos. Com efeito, não somos uma pedra isolada, mas parte de um edifício que o Senhor constrói connosco desde agora. É necessário, portanto, estarmos atentos aos falsos profetas, não só àqueles que estão fora de nós (como as modas e os costumes deste mundo) mas também àqueles que se escondem no coração de cada um de nós (como os hábitos, o orgulho, o amor-próprio). Estes falsos profetas destroem, não edificam. A única profecia que fortalece os nossos dias é o Evangelho. E é a Sua força que não nos deixa resignar ao mal, a um presente sem esperanças. Infelizmente, ainda hoje, assistimos à luta de povos uns contra os outros e a conflitos que laceram inteiras populações ceifando inúmeras vítimas inocentes ou a eventos terrificantes que assustam e amedrontam. O Senhor, perante um mundo que não se sabe dar paz, pede-nos para sermos, com Ele, operadores de paz e testemunhas da esperança num futuro de salvação. A fé consiste em decidir caminhar com Jesus, na certeza que a força da ressurreição vencerá o príncipe deste mundo e a força do mal será submetida ao poder do amor do Senhor.