ORAÇÃO TODOS OS DIAS

Oração dos Apóstolos
Palavra de deus todos os dias

Oração dos Apóstolos

Memória da Cátedra de São Pedro. Leia mais

Libretto DEL GIORNO
Oração dos Apóstolos
Quinta-feira, 22 de Fevereiro

Memória da Cátedra de São Pedro.


Leitura da Palavra de Deus

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

Se morrermos com Ele, com Ele viveremos;
se perseverarmos com Ele, com Ele reinaremos.

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

São Mateus 16, 13-19

Ao chegar à região de Cesareia de Filipe, Jesus fez a seguinte pergunta aos seus discípulos: «Quem dizem os homens que é o Filho do Homem?» Eles responderam: «Uns dizem que é João Baptista; outros, que é Elias; e outros, que é Jeremias ou algum dos profetas.» Perguntou-lhes de novo: «E vós, quem dizeis que Eu sou?» Tomando a palavra, Simão Pedro respondeu: «Tu és o Messias, o Filho de Deus vivo.» Jesus disse-lhe em resposta: «És feliz, Simão, filho de Jonas, porque não foi a carne nem o sangue que to revelou, mas o meu Pai que está no Céu. Também Eu te digo: Tu és Pedro, e sobre esta Pedra edificarei a minha Igreja, e as portas do Abismo nada poderão contra ela. Dar-te-ei as chaves do Reino do Céu; tudo o que ligares na terra ficará ligado no Céu e tudo o que desligares na terra será desligado no Céu.»

 

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

Se morrermos com Ele, com Ele viveremos;
se perseverarmos com Ele, com Ele reinaremos.

Louvor a Vós, Ó Senhor, Rei de eterna glória

A liturgia exorta-nos a comemorar e a celebrar o "ministério de Pedro". De um lado, realça-se o fundamento apostólico da Igreja de Roma e do outro, o serviço de presidência na caridade, isto é, um carisma único que revive nos sucessores de Pedro. O Evangelho que acabámos de ler, com os três símbolos que evoca - a pedra, as chaves e o poder de ligar-desligar - mostra que o carisma de Pedro é um ministério para toda a humanidade. Sabemos bem como é salutar para a Igreja este ministério da unidade que o bispo de Roma é chamado a exercer. Hoje é ainda mais. Num mundo globalizado, com ímpetos à fragmentação, o Papa representa um tesouro único que deve ser guardado, protegido e mostrado. Esta primazia não nasce da "carne e do sangue", não é uma questão de qualidades pessoais e humanas, é uma dádiva do Espírito de Deus à Sua Igreja. E o testemunho do Papa Francisco é particularmente eloquente neste tempo de desorientação e de incerteza. A pedra foi indicada pelo próprio Jesus, quando reuniu os discípulos num lugar apartado. Perguntou-lhes o que é que as pessoas pensavam d'Ele, mas não tanto por curiosidade. Jesus precisa que os discípulos estejam em sintonia com Ele, que partilhem com Ele os "mesmos sentimentos". Eis então que Pedro toma a palavra em nome de todos e responde confessando a fé em Jesus. E recebe a bem-aventurança. Esta casa permanecerá firme contra o "poder do submundo", que na linguagem semítica significa as forças do mal que a tentarão abater. Pedro possui as chaves deste edifício. A casa de Deus não é fechada, tem portas e Pedro possui as chaves. O Evangelho fala da casa que começa agora na Terra e Pedro recebe as chaves desde já. Assim como o poder de "ligar e de desligar", que na linguagem rabínica significam a responsabilidade de tecer os laços de fraternidade entre todos.

PALAVRA DE DEUS TODOS OS DIAS: O CALENDÁRIO