news

A 15 de Outubro em Paris, nova chegada de refugiados sírios e iraquianos do Líbano através dos #corridoiumanitari

14 Outubro 2019 - PARIS, FRANÇA

humanitarian corridor

Compartilhe Em

O projecto dos corredores humanitários continua com a chegada a Paris do Líbano, na noite de terça-feira, 15 de Outubro de 2019 de um novo grupo de refugiados sírios e iraquianos: são famílias que serão acolhidas e acompanhadas por organizações, associações e cidadãos.
Eles chegam à França por uma rota legal e segura, com um vôo da Air France. São 15 pessoas, incluindo 9 crianças.

s famílias vão para regiões que já estão envolvidas na hospitalidade: Gard, Drôme e l'Ain.

Eles são esperados no aeroporto Roissy Charles-de-Gaulle com todo o carinho e a fraternidade devidos às famílias em êxodo e feridas pela guerra.

São mais de 2600 os refugiados que chegaram à Europa com os corredores humanitários

As histórias daqueles que já chegaram mostram que é possível não apenas salvar aqueles que correm o risco de serem vítimas de traficantes de seres humanos, mas também de começar caminhos de integração. Numa época em que ajudar os necessitados parece mais difícil, o modelo proposto pela Comunidade de Sant'Egidio - com o Ministério do Interior, o Ministério dos Negócios Estrangeiros, a Federação Protestante da França, a Fédération de l'Entraide Protestant, a Conferência dos Bispos da França e a Secours catholique-Caritas France - pelo contrário, viu a solidariedade a crescer, graças à generosidade de muitos franceses (alguns dos quais ofereceram as suas casas pela hospitalidade) e o compromisso deles voluntário e gratuito.

Desde Fevereiro de 2016, mais de 2600 refugiados já chegaram à Itália, França, Bélgica e Andorra através dos corredores humanitários.

Os corredores humanitários na França

Os recém-chegados são acolhidos por associações, paróquias, comunidades, famílias em mais de 36 departamentos franceses. Entre as prioridades, aprender a língua francesa e a escolaridade das crianças. Uma vez reconhecido o status de refugiado, os adultos são orientados na sua integração profissional, com o objetivo de se tornarem independentes dentro de um ano, a fim de permitir que outros refugiados sejam acomodados.

Com essa chegada, o número das pessoas acolhidas na França desde Julho de 2017 sobe para 390 e o número das famílias acolhidas para 100. São na maioria sírios e mais de 45% são menores.

 APOIE OS CORREDORES HUMANITÁRIOS COM UMA DOAÇÃO