news

Em Hong Kong, Sant'Egidio contrasta o contágio oferecendo máscaras e desinfetantes aos desabrigados, aos migrantes e aos idosos

28 Fevereiro 2020 - HONG KONG

Solidaritycoronavirus

Fronteiras abertas à ajuda que vem da Itália e da Indonésia

Compartilhe Em

Em Hong Kong, China, as escolas e as igrejas foram fechadas por muitos dias devido à disseminação do coronavírus. Para os pobres, a vida é particularmente difícil: para os sem-abrigo è ainda mais difícil encontrar comida nas ruas desertas. E não ter o material para combater o contágio - máscaras e desinfetantes - além de expô-lo ao contágio aumenta o isolamento.

Graças à solidariedade de Comunidades de outros países (em particular a Itália e a Indonésia), chegaram a Hong Kong esses materiais, que já não são encontrados em nenhum lugar.

Nestes dias, os da Comunidade andam para distribuir as máscaras para as crianças da Escola da Paz e às suas famílias (principalmente migrantes), aos idosos e aos pobres que vivem nas ruas. Numa época em que os encontros são raros, foi uma ocasião para desfrutar novamente a alegria de uma fraternidade que não quer esquecer ninguém.



Em Hong Kong, Sant'Egidio contrasta o contágio oferecendo máscaras e desinfetantes aos desabrigados, aos migrantes e aos idosos
Em Hong Kong, Sant'Egidio contrasta o contágio oferecendo máscaras e desinfetantes aos desabrigados, aos migrantes e aos idosos
Em Hong Kong, Sant'Egidio contrasta o contágio oferecendo máscaras e desinfetantes aos desabrigados, aos migrantes e aos idosos
Em Hong Kong, Sant'Egidio contrasta o contágio oferecendo máscaras e desinfetantes aos desabrigados, aos migrantes e aos idosos