news

Os corredores humanitários, rosto humano da Itália que salva. Muitas as crianças que chegaram hoje da Síria

27 Abril 2017 - ROMA, ITÁLIA

ImmigrationRefugeeshumanitarian corridor

Compartilhe Em

 

"Os corredores humanitários, um projecto que nasceu na Itália e que agora envolve toda a Europa, são a experiência de pessoas que são salvas dos traficantes de seres humanos e mostram um rosto humano da Itália que  salva, que lida com estes sírios que sofrem numa guerra que ainda não termina. Eles encontrarão aqui não somente acolhimento, mas também ntegração e não ampliarão as filas de outros campos. Eles estarão nas nossas cidades, as crianças serão matriculadas na escola, os adultos aprenderão a nossa língua e a nossa cultura".

Com estas palavras Marco Impagliazzo, presidente da Comunidade de Sant'Egidio, acolheu esta manhã a chegada de um novo grupo de refugiados sírios, o oitavo. Com 125 pessoas que chegarão entre hoje e amanhã  chegou-se a 800 desde o início do projeto: "Estamos para chegar a 1000, o primeiro passo de um grande projecto que continuará: já temos garantia pelo Ministério do Interior que o programa será expandido para outras pessoas.

O projecto funciona e foi bem recebido na França, pelo Vaticano, San Marino, outras realidades institucionais e esperamos que em breve também pela Espanha".

No grupo de refugiados que chegou hoje há muitas crianças (mais da metade). As famílias vêm dos lugares mais afetados pelo conflito: Homs, Alepo, Damasco, Latakia, Raqqa, Hasaka, Tartous. Serão hospedados por comunidades, paróquias e associações em diferentes regiões italianas (Calábria, Emilia-Romagna, Friuli, Lázio, Lombardia, Marche, Piemonte, Puglia, Toscana, Trentino, Umbria, Veneto).


VISITA TODA A PHOTOGALLERY >>