news

Covid19 na América Latina: nas ruas de Lima, Peru, entre os pobres assolados pela pandemia

23 Junho 2020 - PERU

Covid-19
coronavirus

Compartilhe Em

A situação da Covid19 no Peru

Até hoje, no Peru, registaram-se mais de 250.000 infectados pelo coronavírus com mais de 8.200 mortes. É particularmente preocupante a rápida propagação da pandemia nas províncias e o facto de os hospitais estarem cheios há semanas (sem lugares nos cuidados intensivos, com oxigénio apenas se pago). Os preços das máscaras e do gel também se multiplicaram. As principais fontes de contágio são os mercados das cidades cheios de pessoas que precisam de vender e comprar. A quarentena parece não ser respeitada na periferia de Lima. O estado de emergência durará até 30 de Junho, há um recolher obrigatório. Neste momento, as igrejas permanecem fechadas.

Também aqui, como em outros lugares do mundo, houve casos positivos de COVID-19 em muitos lares para idosos, que por enquanto estão fechados aos visitantes.

Há muitas pessoas que fogem a pé da capital Lima, de grandes cidades como Chimbote, Chiclayo e Trujillo. Têm de decidir se morrem de fome ou se morrem por causa do vírus. É por isso que há filas e filas de pessoas na estrada Panamericana que querem desesperadamente regressar a casa na "Sierra", porque perderam os seus empregos na cidade.

Um "restaurante de rodas" com a escrita Sant'Egidio

Neste quadro alarmante, a Comunidade de Sant'Egidio em Lima continua a apoiar não só as pessoas que vivem na rua, mas também os idosos que vivem sozinhos e as famílias que perderam os seus empregos, aumentando assim a necessidade de alimentos. Pessoas que, devido à sua fragilidade, não se podem mexer e deixar o pouco que têm.

No centro da cidade de Lima vivem mais de 3.000 pessoas sem abrigo,  10% na cidade velha, 58% delas com mais de 65 anos de idade.A Comunidade de Lima, desde o início da quarentena, trouxe ajuda alimentar e máscaras aos sem-abrigo que tinham encontrado um lugar na Plaza Italia, no bairro "Bariios Altos", e na Plaça de Monserrate, onde se encontra a sede da Comunidade, aos idosos que vivem sozinhos em casa.  Um gesto que, neste período, pode salvar famílias inteiras da fome.

Um grito que faz mudar de caminho

"La Rinconada" em Monserrate é um complexo de pequenas casas no centro da cidade, onde vivem cerca de 40 famílias, que infelizmente partilham as mesmas condutas e os mesmos sanitários. A situação é muito difícil, a maioria das mães e das avós foi infectada.

Num sábado à noite, uma menina da Escola da Paz chamou um dos jovens da Comunidade, chorando porque a sua mãe tinha adoecido com a COVID-19 e tinha sérias dificuldades em respirar.

Um grito de ajuda que "obrigou" este rapaz - e os seus amigos - a ultrapassar o seu medo, a sair de casa e a entrar nas "casinhas" para trazer ajuda: não só comida, mas sobretudo uma presença amiga e muitas instruções para conter o contágio.

Há muitas vozes que se dirigem à Comunidade neste momento dramático: o compromisso deste tempo é não deixar ninguém sem ser escutado.

 



Covid19 na América Latina: nas ruas de Lima, Peru, entre os pobres assolados pela pandemia
Covid19 na América Latina: nas ruas de Lima, Peru, entre os pobres assolados pela pandemia
Covid19 na América Latina: nas ruas de Lima, Peru, entre os pobres assolados pela pandemia
Covid19 na América Latina: nas ruas de Lima, Peru, entre os pobres assolados pela pandemia
Covid19 na América Latina: nas ruas de Lima, Peru, entre os pobres assolados pela pandemia
Covid19 na América Latina: nas ruas de Lima, Peru, entre os pobres assolados pela pandemia
Covid19 na América Latina: nas ruas de Lima, Peru, entre os pobres assolados pela pandemia