news

O Papa Francisco no Angelus: "Um drama do nosso tempo: a solidão dos idosos". Próximos das suas palavras, é inaceitável considerá-los um descarte

29 Junho 2020

Pope Francis
ELDERLYThere is no future without the elderly

A Comunidade reafirma o seu empenho ao lado dos idosos e lança o apelo contra os cuidados de saúde selectivos e em prol dos cuidados em casa

Compartilhe Em

As palavras de Francisco, pronunciadas hoje no Angelus, sobre os "muitos idosos, deixados sozinhos pela sua família, como se fossem material de descarte” representam um convite premente a todos nós, a filhos e familiares de pessoas idosas, e à sociedade inteira, para não os abandonarmos, e para não desconsiderarmos o valor daqueles que são mais frágeis e de idade mais avançada.

Depois das muitas mortes registadas durante a pandemia, especialmente nos lares de idosos, o que o Papa chamou "um drama do nosso tempo”, ou seja, "a solidão dos idosos", deve estar no topo das preocupações de todos, para construir uma sociedade mais humana.

A Comunidade de Sant'Egidio, convencida de que devemos concentrar-nos cada vez mais nos cuidados ao domicílio, continua o seu compromisso ao lado dos idosos, relançando também o apelo "Sem idosos não há futuro”, como contributo da sociedade civil para conceber um novo modelo de cuidados de saúde e assistência.

As palavras do Papa Francisco no Angelus