news

O Papa Francisco, no Angelus do Domingo da Palavra, recorda Edwin, um sem-abrigo que morreu por frio em Roma

24 Janeiro 2021

The words of Pope Francis
Pope Francis

Compartilhe Em

No final do Angelus de 24 de Janeiro, o Papa Francisco , após recordar a festa da Palavra de Deus a que esse domingo era dedicado, recordou Edwin, um sem-abrigo que morreu por frio há alguns dias em Roma, não muito longe de São Pedro. Estas as suas palavras:

Caros irmãos e irmãs,

Este domingo é dedicado à Palavra de Deus. Um dos grandes dons do nosso tempo é a redescoberta da Sagrada Escritura na vida da Igreja a todos os níveis. Nunca antes a Bíblia foi tão acessível a todos: em todas as línguas e agora também em formatos audiovisuais e digitais. São Jerónimo, cujo 16º centenário da morte comemorei recentemente, diz que aquele que ignora a Escritura ignora Cristo, aquele que ignora a Escritura ignora Cristo (cf. Em Isaiam Prol.). E vice-versa é Jesus Cristo, a Palavra feita carne, que morreu e ressuscitou, que nos abre a mente para a compreensão das Escrituras (cf. Lc 24,45). Isto acontece especialmente na Liturgia, mas também quando rezamos sozinhos ou em grupos, especialmente com o Evangelho e os Salmos. Agradeço e encorajo as paróquias pelos seus constantes esforços para educar as pessoas na escuta da palavra de Deus. Que nunca nos falte a alegria de semear o Evangelho! E volto a repetir-me: tenhamos o hábito, tenhais o hábito de levar sempre um pequeno Evangelho no bolso, na nossa pasta, para que o possamos ler durante o dia, pelo menos três, quatro versículos. O Evangelho está sempre connosco.

No passado dia 20 de Janeiro, um homem nigeriano sem abrigo de 46 anos, chamado Edwin, foi encontrado morto por causa do frio a poucos metros da Praça de São Pedro. A sua história junta-se à de muitas outras pessoas sem-abrigo que morreram recentemente em Roma, nas mesmas circunstâncias dramáticas. Oremos por Edwin. Que seja para nós admoestação as palavras de São Gregório o Grande, que, perante a morte de um mendigo devido ao frio, disse que as missas não seriam celebradas nesse dia porque era como a Sexta-feira Santa. Pensemos em Edwin. Pensemos no que este homem, de 46 anos, sentiu no frio, ignorado por todos, abandonado, mesmo por nós. Oremos por ele.

Ver no Youtube