news

Andrea Riccardi, Comunidade de Sant'Egidio: Um apelo para um cessar-fogo e para que Kiev seja proclamada uma "cidade aberta

25 Fevereiro 2022

PeaceAndrea Riccardi

Compartilhe Em

Nestas horas dramáticas para a capital da Ucrânia, Andrea Riccardi e a Comunidade de Sant'Egidio lançam, com o seguinte manifesto - aberto à adesão de todos - a proposta de alcançar um cessar-fogo imediato e de proclamar urgentemente Kiev uma "cidade aberta":
 

Um Apelo para a salvação de
Kiev

Kiev, uma capital de três milhões de habitantes, na Europa, é agora um campo de batalha.

A população civil indefesa vive num estado de perigo, terror, enquanto encontra abrigo em refúgios subterrâneos. Os mais fracos, desde os idosos até às crianças e aos sem abrigo, estão ainda mais expostos. Já existem as primeiras vítimas civis.

Kiev é uma cidade com um grande património cultural. Não se pode pensar na cultura europeia, na história da Europa, sem Kiev, tal como não se pode pensar na cultura russa, na história da Rússia, sem Kiev. A cidade, entre muitos monumentos, alberga sítios do Património Mundial.

Kiev é uma cidade santuário para muitos cristãos, sobretudo para os cristãos ortodoxos de todo o mundo. A história da fé dos povos ucraniano, bielorrusso e russo começou em Kiev. O monaquismo ucraniano e russo nasceu em Kiev. O grande Mosteiro da Lavra das Grutas na colina acima do grande rio Dnieper é um lugar sagrado de peregrinação e oração com mil anos de idade. Kiev é uma cidade preciosa para todo o mundo cristão.

O destino de Kiev não deixa indiferentes aqueles que, do Oriente e do Ocidente, olham com paixão e envolvimento para a cidade e a sua população. Depois de Sarajevo, depois de Alepo, não podemos assistir novamente ao cerco de uma grande cidade. O povo de Kiev está a pedir um abalo de humanidade. O seu património cultural não pode ser exposto ao risco de destruição. A santidade de Kiev para o mundo cristão exige respeito.

Imploramos àqueles que podem decidir abster-se do uso das armas em Kiev, declarar um cessar-fogo na cidade, proclamar Kiev uma "cidade aberta", não atacar os seus habitantes com a violência das armas, não violar uma cidade para a qual toda a humanidade olha hoje. Que esta escolha seja acompanhada pelo reinício das negociações para alcançar a paz na Ucrânia.
 

Andrea Riccardi
Comunidade de Sant'Egidio

Per aderire all’appello