news

A doença não pode nem deve levar-nos a esquecer que aos olhos de Deus o nosso valor permanece sempre inestimável

18 Maio 2017

The words of Pope Francis

Compartilhe Em

 Durante o seu ministério, Ele encontrou numerosos doentes e assumiu os sofrimentos deles, derrubou os muros do estigma e da marginalização que impediam muitos deles de se sentir respeitados e amados. Para Jesus, a doença nunca é um obstáculo para encontrar o homem, pelo contrário. Ele ensinou-nos que a pessoa humana é sempre preciosa, sempre dotada de uma dignidade que nada nem ninguém pode cancelar, nem sequer a enfermidade. A fragilidade não é um mal. E a doença, que da fragilidade é expressão, não pode nem deve levar-nos a esquecer que aos olhos de Deus o nosso valor permanece sempre inestimável.


Até a doença pode ser ocasião de encontro, de partilha e de solidariedade. Os enfermos que encontravam Jesus eram regenerados sobretudo por esta consciência. Sentiam-se ouvidos, respeitados e amados. Nenhum de vós nunca se sinta sozinho, ninguém se sinta um peso, nenhum tenha necessidade de fugir. Vós sois inestimáveis aos olhos de Deus, sois preciosos aos olhos da Igreja!

Tirado do discurso do Papa Francisco aos que sofrem da doença de Huntington a 18/05/2017