news

O Prémio Nadja Maganja pelo empenho no campo humanitário e a defesa dos direitos humanos a Alessandra Coin, responsável de Sant'Egidio no Veneto

12 Setembro 2022 - TRIESTE, ITÁLIA

Awardshuman rights

Compartilhe Em

Alessandra Coin, responsável da Comunidade de Sant'Egidio no Veneto, recebeu o Prémio Nadja Maganja a 8 de Setembro em Opicina (Trieste).

O prémio foi instituído há treze anos em memória de Nadja Maganja, uma mulher da comunidade eslovena de Trieste que sempre esteve empenhada nas questões sociais, no diálogo e na defesa dos direitos humanos.

Todos os anos o prémio é atribuído a uma mulher que se destaca por um testemunho de vida marcado pela fé e por uma ou mais das qualidades que distinguiram a vida e o trabalho de Nadja Maganja, tais como o amor pelo diálogo ecuménico e inter-religioso, o compromisso com a educação, a solidariedade com os pobres e fracos, e a protecção dos direitos humanos.

Entre as motivações para o prémio, a comissão organizadora salientou que "desde o início do seu encontro com Sant'Egidio, Alessandra Coin ficou impressionada com a ideia de um cristianismo capaz de lidar com os necessitados, de um Evangelho vivido e encarnado nas periferias. O sonho de um mundo melhor, justo, solidário e inclusivo começou graças a ela e a outros amigos da sua cidade, mas sempre com um olho nos horizontes do mundo". Do empenho de Alessandra Coin, foi recordado o gosto pelos idosos, as suas missões em África, como médica voluntária no programa DREAM, e o seu trabalho no acolhimento de refugiados, também através dos corredores humanitários activados por Sant’Egidio.