news

Era 18 de Abril de 2015: um jovem do Mali perdeu a sua vida no Canal da Sicília. Tinha o seu boletim de notas cosido nele. #Nondimentichiamo (Nãoesqueçamos)

18 Abril 2021

humanitarian corridor
Immigration

Um mural recorda-o em Latronico, um sinal da ligação com a Comunidade

Compartilhe Em

Afogado no Mar Mediterrâneo aos catorze anos de idade, com o seu boletim escolar costurado num bolso, enquanto tentava chegar à Europa num barco. Esta é a história de um migrante adolescente do Mali. A história data de 18 de Abril de 2015 e o rapaz é uma das quase 1000 pessoas que perderam a vida durante o maior naufrágio no Mar Mediterrâneo desde a Segunda Guerra Mundial.

Em Latronico, como sinal da ligação com a Comunidade de Sant'Egidio, foi inaugurado um mural em 2020, representando-o com o seu boletim escolar cosido entre as suas roupas.

Na cidade da Lucania, que deu a cidadania honorária a Andrea Riccardi e Marco Impagliazzo, fundador e presidente da Comunidade, a obra permanece como um sinal estável de uma relação também ideal com o compromisso de Sant'Egidio com os migrantes e os refugiados com os corredores humanitários.

MAIS INFORMAÇÕES

Andrea Riccardi e Marco Impagliazzo cidadãos honorários de Latronico, cidade da qual Sant'Egidio é santo padroeiro