Riccardi Andrea: na web

Riccardi Andrea: em redes sociais

Riccardi Andrea: revista de imprensa

change language
você está em: home - news newsletterlink

Support the Community

  
15 Julho 2015 | BRUXELAS, BÉLGICA

Mesa redonda no Parlamento Europeu organizada por Sant'Egidio para apoiar o processo democrático na República Centro-Africana

 
versão para impressão

 Poucos meses antes da viagem do Papa Francesco em Bangui, prevista para Novembro de 2015, a Comunidade de Sant'Egidio organizou uma mesa redonda esta manhã sobre a crise na República Centro-Africana. A conferência teve lugar no Parlamento Europeu em Bruxelas, em colaboração com o Deputado Louis Michel (Grupo ALDE), enviado especial da Francofonia na República Centro-Africana (CAR).

A conferência destinava-se a conceder a palavra aos interlocudores vindos daquele País, poucos meses antes das eleições presidenciais, que agora riscam de ser adiadas para além do esperado mês de Outubro. A Presidente da transição da República Centro-Africana, Catherine Samba-Panza, quis enviar, através do embaixador em Bruxelas, uma mensagem de agradecimento para a Comunidade de Sant'Egidio pelos seus esforços contínuos para a paz ea  reconciliação no seu país.

SDe acordo com Louis Michel, a República Centro-Africana corre o risco de se tornar um país órfão da comunidade internacional. Com a excepção da França, ele não vê muito interesse da comunidade internacional para este país, apesar de ser central para a estabilidade geopolítica da África. No entanto, salientou que a União Europeia já gastou mais de 530 milhões de euros para a República Centro-Africana. Michel disse que apoiam fortemente a realização de eleições no final deste ano, mesmo que não "perfeitas" -, a fim de ter um governo democraticamente legitimado no poder. Ele também denunciou o que chamou de "má qualidade da classe política Centro-Africana."

Prosper N'DOUBA, editor-chefe do "Centrafrique-presse", respondeu dizendo que a questão da "qualidade" é também devida à pobreza endêmica do país e da sua história, e que serão necessários mais oportunidades de formação e exercício do poder político. Evocou o papel central da Comunidade de Sant'Egidio, que reuniu várias vezes, na sua sede em Roma, alguns dos protagonistas da crise Centro-Africana. Ele também enfatizou a importância do "Pacto Republicano", assinado em Sant'Egidio, em Roma.

Christophe Bremaidou, ex-ministro da Economia e Finanças, por seu lado, evocou a importância do apoio da comunidade internacional, especialmente tendo em vista a organização de um processo eleitoral transparente e democrático. De acordo com ele, a segurança está retornando para Bangui, mas muitas crianças e jovens permanecem armados.

Youssoufa Silla, economista, especialista do PNUD em Bangui, disse que a situação econômica do país melhorou ligeiramente (espera-se que 2015 marque uma recuperação econômica). Para ele, a reconstrução do exército e do sistema judicial Centro-Africano será decisiva.

Ibrahim Hassan Frede, porta-voz da comunidade muçulmana em Centro-África, explicou como os muçulmanos da República Centro-Africana são duplamente vítimas da situação, tanto por causa da violência das milícias anti Balaka, mas também a das milícias muçulmanas seleka, com os quais a comunidade muçulmana não é Não tem nada a fazer. Ele evocou a difícil condição em que há muitos refugiados, especialmente no Chade, mas também a difícil situação que persiste nos bairros populares da capital, Bangui, "onde a situação  deinsegurança reina por causa de drogas e armas em circulação". Ele reclamou que os muçulmanos atualmente não tem permissão para acessar a maioria dos cemitérios, o que os obriga a enterrar seus mortos em condições inaceitáveis.
Nas suas conclusões, Mauro Garofalo, chefe das Relações Internacionais da Comunidade de Sant'Egidio, disse que o desejo de paz vencerá a sede de vingança, como já aconteceu em Moçambique, Costa do Marfim e em muitos outros países africanos.

Segundo ele, o futuro da República Centro-Africana não está na busca de uma uniformidade artificial "porque este país nunca foi nem politicamente nem etnicamente homogêneo, nem religiosamente, mas apenas linguisticamente. Ele encerrou os trabalhos, reafirmando o compromisso de Sant'Egidio em prol da paz e a reconciliação ao lado do povo Centro-Africano e reafirmando que" o futuro da África-Central é ao vivo, todos devem aprender a superar as diferenças que em África Central separam por outros, não há outra alternativa. "
Todos os participantes salientaram a importância histórica da visita do Papa Francisco, observou Mauro Garofalo, "nas suas viagens escolhe principalmente de visitar a periferia do mundo".

 LEIA TAMBÉM
• NOTÍCIA
20 Junho 2017
ROMA, ITÁLIA

República Centroafricana assinado em Sant'Egídio o acordo para um cessar-fogo e um road map para a paz

IT | EN | ES | DE | FR | PT | CA | NL | RU | HU
21 Março 2011

Jos (Nigéria) - Conferência sobre a paz, o serviço aos pobres e o diálogo inter-religioso

IT | EN | ES | DE | FR | PT | CA | NL
2 Janeiro 2011

Em Roma, o Papa saudou os que participaram à caminhada “Paz em todas as terras” promovida pela Comunidade de Sant’Egidio

IT | ES | DE | FR | PT | CA | NL | CS
4 Novembro 2010

Paris: A Fundação Chirac conferiu o Prémio pela prevenção dos conflitos a Mario Giro da Comunidade de Sant’Egidio

IT | ES | FR | PT | CA
todas as notícias
• IMPRIMIR
20 Junho 2017
Jeune Afrique

Centrafrique : un accord conclu à Sant’Egidio

20 Junho 2017
Xinhua - chinese press agency

Central African Republic gov't, rebels sign peace deal in Rome

19 Junho 2017
Agence d'Information d'Afrique Centrale

Centrafrique : accord entre le gouvernement et les groupes armés

19 Junho 2017
La Minute

Centrafrique: accord de cessez-le-feu entre le gouvernement et 14 groupes armés

19 Junho 2017
Journal du Cameroun

Centrafrique: accord entre le gouvernement et les groupes armés

19 Junho 2017
Africa News

Central African Republic warring factions sign peace accord to end conflict

todos os press releases
• EVENTOS
10 Agosto 2017 | LEUCA, ITÁLIA

A Santa Maria di Leuca per costruire un ponte nel Mediterraneo

Todas as reuniões de oração pela paz
• PENA DE MORTE NO
31 Outubro 2014

Inaugurata a Bukavu la campagna "Città per la vita"

12 Outubro 2014
All Africa

Africa: How the Death Penalty Is Slowly Weakening Its Grip On Africa

20 Setembro 2014

Ciad: il nuovo codice penale prevede l'abolizione della pena di morte

20 Setembro 2014
AFP

In Ciad rischio criminalizzazione gay, ma abolizione pena morte

ir para nenhuma pena de morte
• DOCUMENTOS

''Entente de Sant'Egidio'': Political Agreement for Peace in the Central African Republic

Speech of Marco Impagliazzo at the UN Security Council on the situation in the Central African Republic

Libya: The humanitarian agreement for the region of Fezzan, signed at Sant'Egidio on June 16th 2016 (Arabic text)

todos os documentos